menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

3ª morte por covid-19 em Jundiaí é de técnico em enfermagem

Tiago Andrade da Silva, de 35 anos, estava internado desde 6 de abril

Felipe Pereira, Band Mais

16h37 - 20/04/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A morte do técnico de enfermagem Tiago Andrade da Silva, de 35 anos, chocou os profissionais que trabalham no Hospital São Vicente de Paulo, em Jundiaí.

É o segundo caso ocorrido na unidade desde o início da pandemia da covid-19.

O profissional estava internado desde o dia 6 de abril, e morreu na madrugada deste domingo.

Tiago compartilhava com os colegas de trabalho a preocupação em se contaminar.

“Ele chamava a doença de peste, não queria ficar doente de jeito nenhum. Ele se preocupava com todo e qualquer caso que chegava aqui no hospital”, explicou Derick de Lima Dias, também técnico em enfermagem.

No final de março, começou a apresentar alguns sintomas que pareciam ser de covid-19. “Ele disse pra mim: peguei essa coisa”, recorda Dias.

Em 6 de abril, foi internado. Consciente, recebeu a notícia de que estava com coronavírus após um teste rápido realizado no próprio hospital. Os sintomas evoluíram rapidamente. A pneumonia se espalhou pelos pulmões, e ele não resistiu.

Horas após a morte, os companheiros de trabalho paralisaram as atividades por um minuto. Se concentraram em um estacionamento interno e aplaudiram Tiago.

Homenagem ao Guerreiro Tiago Andrade da Silva, que faleceu de covid 19

Geplaatst door Sidnei Rocha op Zondag 19 april 2020

O Hospital São Vicente de Paulo divulgou uma nota lamentando a morte. “Tiago exercia com dedicação suas atividades na unidade hospitalar. Diante deste momento difícil, o HSV tem manifestado solidariedade e apoio à esposa, familiares e amigos”.

Pelas redes sociais, o prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, também comentou o caso. “Os números divulgados pelos boletins epidemiológicos tem nomes e famílias. O de hoje, foi de um dos colaboradores da saúde, que são verdadeiros herois em meio à pandemia”.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade