menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Alexandre de Moraes toma posse no TSE em cerimônia virtual acompanhada por Bolsonaro

Luís Roberto Barroso, presidente do órgão, disse que o ano de 2020 será de "dureza" em razão do que chamou de "incertezas"

Agência Brasil, Band Mais

06h43 - 03/06/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes tomou posse nessa terça-feira (2) como membro efetivo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Moraes cumprirá mandato de dois anos.  A cerimônia de posse foi realizada por meio de videoconferência, acompanhada pelo presidente Jair Bolsonaro e os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, além de outras autoridades. 

Único a discursar na cerimônia desta terça-feira, o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso afirmou que a presença dos chefes de Executivo, Legislativo e Judiciário na “mesa virtual” era a “prova viva” do que chamou de “harmonia e independência” entre os poderes.

Barroso também disse que o ano de 2020 será de “dureza” em razão do que chamou de “incertezas”. “Seja muitíssimo bem-vindo, professor, ministro Alexandre de Moraes, a este tribunal, neste ano que vai ser dureza não apenas pelos encargos, como pelas incertezas que temos pela frente”, disse o presidente do TSE.

Moraes atua na Corte como ministro substituto desde abril de 2017. A vaga efetiva surgiu após a saída da ministra Rosa Weber, que presidiu o TSE por dois anos, mas deixou o cargo na semana passada. A ministra foi sucedida por Luís Roberto Barroso, que tomou posse na semana passada

Moraes não discursou na cerimônia, mas fez o juramento formal ao assumir o cargo. “Assumo o cargo de ministro do TSE prometendo cumprir fielmente a Constituição e a legislação do país”, disse. 

O TSE é composto por sete ministros, sendo três do STF, dois do STJ, e dois advogados com notório saber jurídico.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade