menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Entretenimento

Allison Lima, filho de Chitãozinho, entrou na fila do auxílio emergencial, afirma site

Segundo o IG, ele teria dado entrada no benefício por estar passando por dificuldades financeiras

Nativa FM

17h32 - 19/05/2020

Atualizado há 18 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O auxílio emergencial do governo de R$ 1.800, em três parcelas de R$ 600, que é para beneficiar a a população brasileira que está em dificuldade, em especial os mais pobres, parece que está atendendo aos ricos também.

Segundo o site IG, Allison Lima, filho do cantor Chitãozinho, deu entrada no benefício do governo. De acordo com a publicação, ele estaria passando por dificuldades financeiras e por isso pediu o auxílio.

Ainda de acordo com o site, o filho de Chitão estaria devendo a pensão alimentícia da filha, de 6 anos. As informações foram passadas por uma amiga de Nicole Wolfensberger, que é ex-esposa de Allison.

O cadastro dele no auxílio seria sob a alegação de ser “pai solteiro e chefe de família”. Já Nicole não teria conseguido realizar o cadastro, que neste caso a concederia o valor de R$ 1.200, por ser mãe solteira.

O IG ainda fala que por estar com praticamente nada de trabalho, o apartamento em que moram Nicole e a filha de Allison teve a luz cortada e o aluguel em atraso.

Assim que a notícia foi publicada, a assessora de imprensa de Chitãozinho tratou de emitir um comunicado em que desmente a dívida da pensão alimentícia.

“Ele sempre honrou todos os compromissos com a filha, tanto financeiros quanto paternais. No momento apenas pediu revisão da pensão, pois como a grande maioria dos trabalhadores, está impossibilitado de exercer sua arte. Allison, além de trabalhar em uma produtora, é músico e faz apresentações em bares e casas noturnas. O juiz considerou pertinente o pedido e atendeu a revisão. Os pagamentos seguem, como sempre”, diz a nota.

Já Chitãozinho limitou-se a declarar que presta total apoio financeiro e emocional ao filho e à neta.

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

  • Sidnei disse:

    vocês tem que parar de intrometer na vida dos outros manter fonte segura antes de publicar uma coisa você acha que uma pessoa da índole desse Alisson teria a capacidade de entrar no pedido de r$ 600 não gosto muito do comentário de vocês vocês intromete muito na vida alheia

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade