menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe

Prefeitura de Campinas

Blog da Rose

Após coronavírus, prefeito de Campinas prevê queda de 30% na receita

Antes da crise da covid-19, prefeitura estima ter uma receita de R$ 6,2 bilhões

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

09h00 - 29/03/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), prevê uma queda de 30% na receita de abril devido à pandemia do coronavírus. A situação deve piorar mais em maio, já que a base de arrecadação é o mês de abril – período em que os comércios da cidade estão fechados. Antes da crise da covid-19, a prefeitura estimava ter uma receita de R$ 6,2 bilhões.

No caso da queda de receita em maio, o prefeito disse que não dá sequer para prever o percentual da queda em maio. “Me preocupa muito porque será em cima da base de abril”, disse ele.

O prefeito explicou que a base de arrecadação de Campinas se concentra na atividade econômica. As maiores arrecadações da prefeitura vêm do ISS e ICMs. “Sem atividade não há receita. Por isso queremos recorrer ao Fundo Emergencial para para que o governo federal faça impressão de dinheiro pra mantermos o orçamento do ano passado. E lembrando que com a covid-19, o gasto de 2020 vai ser muito maior do que foi ano passado”, ressaltou ele.

Jonas ressaltou ainda que o socorro do governo federal priorizando os FPM (Fundo de Participação dos Municípios) e FPE (Fundo de Participação dos Estados) ajudam pouco Campinas porque esses fundos são importantes para cidades com pouca atividade econômica. Segundo ele, no ano passado Campinas recebeu R$ 70 milhões enquanto Teresina, no Piauí, recebeu R$ 700 milhões.

Casos

Campinas tem 19 casos confirmados da doença e 489 em investigação.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade