menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Após pandemia, Prefeitura estima crescimento de 5% no Orçamento de 2021

Prefeitura diz que houve uma recuperação na arrecadação de impostos

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

09h13 - 27/09/2020

Atualizado há 27 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Como a previsão de quedas nas receitas baque da Prefeitura de Campinas não se concretizou devido à pandemia do coronavírus, o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), disse que projeta um crescimento de 5% no orçamento do ano que vem. A proposta, que tem de ser enviada para a Câmara até a próxima quarta-feira (30/09), ainda está sendo elaborada pelos técnicos da Secretaria de Finanças.

Considerando o Orçamento previsto para esse ano de R$ 6,2 bilhões, o valor iria para R$ 6,5 bilhões.

Segundo o secretário de Finanças, Tarcisio Cintra, a distribuição das receitas por secretaria ainda estão sendo finalizadas. dos R$ 6,2 bilhões previstos de receitas neste ano, as pastas que mais recebem recursos são: Saúde com R$ 1,5 bilhão; Educação ficou com R$ 1,2 bilhão e Camprev (Instituto de Previdência dos Servidores), com R$ 1 bilhão. Esse quadro não deve alterar para o ano que vem.

Recuperação

O prefeito celebrou a recuperação das receitas da prefeitura. Em abril, ele estimou uma queda de 30%, porém, houve uma estabilização na arrecadação de impostos. Dos três principais tributos – IPTU, ISS e ICMs – apenas esse último manteve queda. Juntos, a receita foi de R$ 1,8 bilhão até setembro.

“Estou com uma expectativa otimista, projetando crescimento de 5% no orçamento para o ano que vem. é uma projeção bem realista”, disse Jonas. 

A pandemia do coronavírus não provocou o estrago econômico inicial como foi previsto nos cofres da Prefeitura de Campinas. A perspectiva era de que a receita caísse 30%, porém, apenas o ICMS mantém quedas. IPTU e ISS estão em recuperação. Juntos, a receita foi de R$ 1,8 bilhão até setembro.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade