menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Austrália proíbe entrada de estrangeiros sem vínculos familiares com o País para tentar conter doença

Autoridades afirmam que cerca de 80% dos 565 casos de Covid-19 já confirmados são de pessoas que viajaram para o exterior ou que estiveram em contato com elas

Agência Brasil, Band Mais

07h26 - 19/03/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, anunciou nesta quinta-feira (19) a proibição, a partir das 21h da sexta-feira (horário local), da entrada de estrangeiros, de quem não mora no país e de familiares diretos.

“Consideramos que é essencial dar passos adicionais para garantir que não deixemos entrar ninguém, a não ser que sejam cidadãos ou residentes ou familiares diretos, nos dois casos”, anunciou Morrison, em entrevista coletiva.

A medida soma-se a outras restrições e recomendações que estão em vigor, lembrou.

O chefe do Governo australiano disse que o tráfego aéreo de estrangeiros não residentes já caiu significativamente, devido à existência de outras medidas fronteiriças.

“Está atualmente em um terço do que seria normal a essa altura do ano, e já vimos algumas reduções adicionais nos últimos dias quando impusemos a necessidade de quarentena de 14 dias”, acrescentou.

As autoridades australianas confirmaram que cerca de 80% dos 565 casos de Covid-19 já confirmados no país são de pessoas que viajaram para o exterior recentemente e de pessoas que estiveram em contato com elas.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade