menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Imagem: Divulgação

Notícias

Bauru: prefeitura e câmara discutem soluções para retomada do Castramóvel

O veículo está parado desde o ano passado

Band Paulista

12h00 - 21/04/2021

Atualizado há 14 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A prefeita de Bauru, Suéllen Rosim, se reuniu na tarde desta terça-feira (20) com os vereadores Júlio César, Marcelo Afonso e Markinho Souza, presidente da Câmara, e o assunto em pauto foram as propostas para viabilizar a retomada do Castramóvel. O veículo, adquirido em 2019, está parado desde o ano passado.

Participaram da reunião, representantes da Câmara e a prefeita de Bauru Suéllen Rosim (foto: divulgação)

Para resolver a situação, a prefeita já mobilizou a Secretaria de Saúde e a Secretaria do Meio Ambiente (Semma), já que as duas pastas atuam na castração de animais, sendo a primeira voltada a casos de animais que envolvem diretamente a saúde humana, e a segunda para o controle da população de cães e gatos. A destinação de recursos para as diferentes finalidades de castração precisa obedecer ao que está previsto na legislação nacional.

Foram apontadas duas propostas que são consideradas viáveis. Uma delas é que uma das clínicas veterinárias credenciadas pela Semma faça a castração dos animais no Castramóvel. A outra possibilidade é a Saúde ceder a mão de obra, com dois médicos veterinários e auxiliares, e a Semma entrar com o custeio de materiais e insumos necessários.

O assunto voltará a ser discutido em audiência pública na Câmara Municipal, nesta sexta-feira (23), às 14h, com a participação dos três vereadores que estavam na reunião, e ainda outros vereadores, prefeitura e entidades.

Também participaram do encontro desta terça-feira, pela prefeitura, o diretor do Departamento de Saúde Coletiva, Ezequiel Santos, o diretor da Divisão de Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde, Roldão Puci Neto, e o secretário de Negócios Jurídicos, Gustavo Bugalho. Entidades da causa animal estiveram presentes, com Cristiane Cortez, da ONG Formiguinhas Valentes, Vanessa Araújo, da ONG Arca da Fé, e a protetora independente Soraya Gasparini, além da arquiteta Allana Ciniciato, que contribuíram com as discussões.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade