menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Foto: Joabe Guaranha/Prefeitura de Bauru

Saúde

Prefeitura de Bauru anuncia mudanças no atendimento de casos respiratórios

A mudança começa nesta quinta-feira (6)

Band Paulista

12h00 - 06/01/2022

Atualizado há 12 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A prefeita de Bauru-SP, Suéllen Rosim, e a secretária municipal de Saúde, Alana Trabulsi Burgo, se reuniram na quarta-feira (5) com a Comissão de Saúde da Câmara Municipal. Na ocasião, a chefe do executivo anunciou mudanças no atendimento de casos respiratórios, a partir desta quinta-feira (6), com mais alterações a partir de segunda-feira (10), para desafogar as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e garantir mais agilidade na assistência para a população.

A reunião aconteceu na tarde de quarta-feira (5) (foto: Joabe Guaranha /Prefeitura de Bauru)

A partir desta quinta-feira (6), às 7h, a UPA Geisel/Redentor passará a ser exclusiva para atendimento de casos respiratórios. Devem procurar esta UPA as pessoas com sintomas como febre, tosse, coriza, dor no corpo ou falta de ar. A UPA continuará com o atendimento pediátrico, uma vez que as entradas são separadas e não há contato entre os setores na parte interna da unidade.

A partir de segunda-feira (10), quatro unidades básicas passarão a funcionar como referência para casos de síndrome gripal. A partir da semana que vem, de segunda a sexta-feira, a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Centro funcionará como referência das 7h às 17h, e as Unidades de Saúde da Família (USF) do Santa Edwirges, Vila Dutra e Vila São Paulo funcionarão como referência das 7h às 21h.

Os pacientes com síndrome gripal, com sintomas no momento, fazem o teste para verificar se o caso é positivo ou negativo de Covid-19, e são atendidos pela equipe médica. Ainda na semana que vem, o Samu começará a fazer atendimento por telemedicina para casos leves. As pessoas deverão ligar no 192, opção 2. Mais informações serão divulgadas posteriormente. A Secretaria de Saúde também está atuando para a normalização das escalas de médicos das UPAs Bela Vista e Ipiranga. Médicos servidores da Secretaria de Saúde estão trabalhando para o fechamento das escalas nestas unidades, conforme a necessidade, com médicos da própria pasta atuando, enquanto a Prefeitura de Bauru encontra alternativas depois que a Omesc informou que não seguirá como gestora dos plantões médicos destas UPAs. As Secretarias de Saúde e de Negócios Jurídicos estão trabalhando para resolver a situação o mais rápido possível, e o município se empenha para garantir o atendimento

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade