menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Divulgação/Presidência da República

Blog da Rose

Bolsonaro mantém demissão de irmão do vereador Santini

Como ministro-interino, Vicente Santini usou avião da FAB para ir à Índia

Blog da Rose

08h54 - 30/01/2020

Atualizado há 8 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O presidente Jair Bolsonaro disse na manhã desta quinta-feira (30/01) que vai tornar sem efeito a nomeação de Vicente Santini para um novo cargo no Ministério da Casa Civil. O chefe do Executivo havia dito que demitiria Santini após ele ter usado um avião da FAB (Força Aérea Brasileira) para ir a Davos e a índia com duas assessoras. Ele voltou atrás e recontratou ontem Vicente Santini. Porém, hoje mudou de ideia. Vicente Santini é irmão do vereador de Campinas Tenente Santini.

No twitter, o presidente informou que vai exonerar ainda o interino da Casa Civil, Fernando Moura, que foi nomeado para o cargo de secretário-executivo do ministério no lugar de Santini. Moura trabalhou no governo de Dilma Rousseff. Ele também disse que vai passar o PPI (Programa de Parcerias de Investimentos) da Casa Civil para o Ministério de Economia. A estimativa é que esse programa seja responsável por R$ 3 trilhões.

Ontem, a Casa Civil havia informado que Vicente Santini e Bolsonaro conversaram e o presidente havia decidido que Santini devia “seguir colaborando com o governo”. Os filhos do presidente Flávio Bolsonaro (senador) e Eduardo Bolsonaro (deputado federal) intercederam em favor de Santini. Mas, a situação durou pouco. Hoje o presidente decidiu desfazer o que tinha divulgado.

Quando da notícia sobre o uso do avião da FAB, Bolsonaro disse que era “inadmissível” o uso da aeronave em um voo para três servidores.

O Blog não conseguiu localizar Vicente Santini para comentar o assunto.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade