menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Bolsonaro volta a reclamar da CPI e diz que ministros gravarão vídeo pró-cloroquina

Presidente também disse que gostaria que sessão do STF iniciasse com uma oração

Rose Guglielminetti, Band Mais

11h09 - 08/05/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O presidente Jair Bolsonaro voltou a reclamar em conversa com apoiadores neste sábado da CPI da Covid. Ele também reforçou que os ministros irão gravar um vídeo pró-cloroquina – medicamento defendido por ele, mas sem eficácia comprovada.

Na conversa, ele perguntou aos apoiadores quem tinha tomado o medicamento e ouviu respostas positivas do público.

“Esta semana vamos gravar um vídeo com os ministros falando quem tomou cloroquina. Todos tomaram. Agora, na CPI, nós queremos apurar o caso de Manaus, onde muitos irmãos nossos foram a óbito”, disse ele.

Supremo

Bolsonaro também disse que ” Dia 4 de julho é o dia do terrivelmente evangélico”, referindo-se à vaga que será aberta em julho no STF (Supremo Tribunal Federal), com a aposentadoria de Marco Aurélio Mello.

“Tem um cotado. Por enquanto, é ele, mas não está batido o martelo. Uma vez eu disse: ‘Imagina uma sessão do STF começar com uma oração com esse ministro?’”, disse Bolsonaro. Para muitos ele estava se referindo a André Mendonça, advogado-geral da União do Brasil.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade
Mais notícias