menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Reprodução / Instagram

Entretenimento

Brian May mostra sua casa em Londres devastada por enchente

Guitarrista do Queen lamentou a perda de arquivos pessoais importantes

Marmella, Educadora FM

19h02 - 20/07/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Na última semana, Londres sofreu com enchentes causadas pelas fortes chuvas. Dentre as casas que foram invadidas pela água, está a de Brian May, guitarrista do Queen. O artista compartilhou nas redes sociais, imagens da situação deplorável que ficou seu imóvel, além de lamentar o ocorrido:

“Todo o piso inferior foi inundado com um esgoto que transbordou. Cobriu nossos tapetes e todos os tipos de coisas preciosas (para nós) com uma lama fedorenta. A maior parte está encharcada e arruinada. É de partir o coração. Parece que fomos invadidos e profanados.” 

A residência fica em Kesington, oeste de Londres, onde May vive com a esposa Anita Dobson. Segundo o astro, álbuns de fotos e muito arquivos pessoais estava no porão de sua casa, onde ele julgava ser o lugar mais seguro contra um caso de incêndio, por exemplo. 

“Que ironia. Hoje tudo se transformou em uma bagunça encharcada. Estou arrasado. Parece o filme De Volta Para o Futuro quando a fotografia desaparece”, escreveu ele e pontuou: “Parece que muito do meu passado foi apagado.”

O integrante do Queen ainda afirmou que, historicamente, Kensington nunca passou por uma enchente e que isso só aconteceu agora devido às construções do conselho regional do bairro. “O conselho foi avisado anos atrás que colocar tantas extensões profundas de porão obstruiria os aquíferos e tornaria o sistema de drenagem ineficaz”.

Confira o post do guitarrista mostrando sua casa devastada:

“Depois de um belo dia no The Royal Holloway College, nós voltamos para uma cena de horror em nossa casa. Todo o andar de baixo tinha sido inundado com um vazamento de esgoto — o que cobriu nossos carpetes, tapetes e todo tipo de coisa preciosa (para nós) em uma lama fedorenta. É nojento, e na verdade de partir o coração. Parece que fomos invadidos, profanados. Anita tinha uma vida inteira de recordações no chão do nosso porão — e a maioria delas ficou encharcada e arruinada.

Eu tinha resgatado todos os meus álbuns de fotos mais queridos da infância e blocos de notas da minha casa-estúdio porque foi ameaçada com um incêndio de uma floresta há alguns meses. Onde eu coloquei tudo por segurança? No porão aqui em Kensington. Ironia. Hoje se transformou em uma bagunça encharcada. Eu estou devastado — essas coisas são só ‘coisas’ — mas é como se fosse ‘De Volta Para o Futuro’ quando a fotografia se esvai — sinto como se muito do meu passado tivesse sido apagado. Eu estou com raiva.

Historicamente, por 150 anos, Kensington nunca ficou alagada por conta de água da chuva. Por que isso aconteceu? É quase com certeza o resultado de toda a construção de porão que tem infectado essa área pelos últimos 10 anos. O conselho do Royal Borough of Kensington and Chelsea foi avisado anos atrás que afundar tantas extensões de porão profundas iria obstruir os aquíferos por baixo de nosso espaço de vida e deixar o sistema de drenagem ineficiente.”

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade
Mais notícias