menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Briga entre motoristas de aplicativo e de transporte clandestino termina em confusão

Briga teria acontecido por disputa de passageiros

Band Mais

10h35 - 04/04/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Uma briga entre motoristas de transportes por aplicativo e abordadores do transporte clandestino acabou em confusão na manhã desta sexta-feira (03/04) na Rodoviária de Campinas.

Segundo testemunhas, os motoristas de trasporte por aplicativo foram abordados por um grupo ligado ao transporte clandestino que exigiu que os trabalhadores de aplicativos deixassem o local. A confusão teria ocorrido por disputa de passageiros que têm caído a cada dia, desde que houve imposição de circulação de pessoas devido ao coronavírus. “Está todo mundo nervoso, violento por causa de passageiros”, disse um motorista.

O grupo dos clandestinos estava em maior número e teria agredido um dos motoristas do aplicativo. O outro teria ido até o carro e pegado uma faca e teria ferido uma pessoa.

Briga aconteceu na rodoviária de Campinas

O motorista do aplicativo fugiu do local. O caso foi registrado no 1º Distrito Policial.

A vítima foi levada ao Hospital Mário Gatti e foi liberada.

Emdec

Em nota, a Emdec – empresa que gerencia o trânsito de Campinas – informou que não tem relatos sobre a briga que ocorreu na rodoviária e disse que a situação envolve segurança pública.

Esclareceu que a abordagem de passageiros não é prática sujeita à autuação. Já a fiscalização contra o transporte clandestino é contínua e ocorre em todos os locais do município, em especial, nos principais polos geradores, como a rodoviária, por exemplo.

“Por questões de legalidade e segurança, a Emdec afirma que os usuários do serviço não devem se submeter ao transporte negociado fora da plataforma dos aplicativos. A prática deve ser abolida pelos usuários e denunciada diretamente à Emdec, pelo telefone 118, o “Fale Conosco Emdec”.”

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade