menu 25-anos
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Caixa reduz juros e dá pausa de dois meses para pagamento de prestações de empréstimos

Para viabilizar as medidas, serão disponibilizados R$ 78 bilhões; R$ 3 bilhões serão para linhas de crédito para hospitais e Santas Casas que atendem peo SUS

Band Mais

07h08 - 20/03/2020

Atualizado há 12 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Caixa Econômica Federal reduziu nessa quinta-feira até 23% nas taxas de juros para empréstimos e também anunciou que devedores físicos e empresa terão pausa de dois meses no pagamento de contratos. A medida, inclusive, vale para financiamentos habitacionais. Já quem precisar de novos empréstimos terão taxas menores e carência de seis meses. O benefício passa a valer a partir de segunda-feira (23) e cobre o consignado, empréstimos pessoais (CDC), capital de giro e renegociação.

Para empresas, além da postergação de créditos vigentes, haverá uma redução maior de juros em novos contratos. Micro e pequenas empresas, que devem ser mais afetadas pela crise, a redução de juros será de até 45% para capital de giro, com taxas a partir de 0,57% ao mês. Elas terão até seis meses de carência em linhas especiais de crédito.

Para viabilizar as medidas, serão disponibilizados R$ 78 bilhões a mais para novos empréstimos. Deste total, R$ 3 bilhões serão para linhas de crédito para hospitais e Santas Casas que atendem pela rede do SUS (Sistema Único de Saúde), que poderão usar o dinheiro até para pagamento de dívidas pendentes, liberando o caixa para despesas necessárias ao atendimento de casos de pacientes infectados pelo novo coronavírus.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade