menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Câmara de Campinas dá sinal verde a aumento de salários de servidores

Reposição será de 2% sobre os salários e sobre vales-alimentação/refeição

Blog da Rose

10h07 - 18/02/2020

Atualizado há 5 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Os vereadores aprovaram a primeira discussão (legalidade) o projeto de lei que reajusta o salário e o vale-refeição e alimentação dos servidores do Legislativo em 2%. A proposta, que recebeu dois votos contrários e uma abstenção, será votada em segunda discussão. Se aprovada, o que deve ocorrer, a aplicação do reajuste será feita a partir de março.

Os vereadores Marcelo Silva (PSD) e Nelson Hossri (Podemos) votaram contra. Já Tenente Santini (PSD) se absteve porque sua mulher é servidora concursada na Casa.

A Câmara justifica a revisão salarial sob o argumento de que tem de repor as perdas inflacionárias. No ano passado, a Câmara reduziu a jornada de trabalho dos servidores efetivos de 40 para 30 horas sem reduzir o salário. A justificativa era a de que não havia aumento salarial desde 2016. Além disso, passou a pagar para 234 assessores o vale-alimentação/refeição de R$ 1.428,00. Esse benefício foi suspenso em 2003 devido à fraudes. Porém, o valor que era pago ao assessor, na época, foi incorporado ao salário. Anos depois, a Câmara devolveu o benefício – claro, sem reduzir salário.

O salário dos servidores vai de R$ 3,4 mil a R$ 29 mil. Já o de assessor começa em R$ 3,4 mil e vai até R$ 19,6 mil.

A Câmara tem 408 servidores e o índice de 2% não será aplicado para vencimentos criados a menos de um ano.

O Orçamento da Câmara é de R$ 147,6 milhões.

2 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
  • Ana Carolinaa Rodrigues disse:

    Ridículos, todos temos que aprender a viver com o mínimo, sem ausilios, como vale refeição, como convênios…. Agora eles tem um vale alimentação, carros públicos convênio s.. Deveriam ter no máximo três salários, sem vale alimentação, sem carros e sem convênio… Como toda ou a maioria da população campineira, há quando tem emprego né…

  • AMAURY MACHADO disse:

    Aplicam-lhes a “Desvotacão Planejada” via internet. Simples assim.

publicidade
publicidade
publicidade