menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Campinas é a segunda no estado na criação de empregos

Setor recuperou capacidade de gerar empregos após crise

Band Mais

10h00 - 03/02/2020

Atualizado há 5 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Campinas ficou em segundo lugar na criação de empregos no Estado de São Paulo, em 2019, no setor varejista. A cidade criou 2.427 vagas em supermercados. A Grande São Paulo foi a recordista com 4.823 vagas geradas. Em terceiro lugar, ficou Sorocaba com 1,2 mil vagas. A última cidade foi beneficiada com a implantação de novas lojas de grande porte. No Brasil, foram criadas 57,7 mil vagas, sendo que o Estado de São liderou a criação de empregos com 6,6 mil novas oportunidades de trabalho.

De acordo com a APAS ( Associação Paulista de Supermercado ), em dezembro, o varejo alimentar paulista obteve o melhor resultado dos últimos 5 anos. O setor supermercadista estadual fechou 2019 com 12,8 mil empregos formais criados, o número é 150% maior que 2018 quando registrou 5,1 mil. O estado de São Paulo corresponde a 27% do faturamento do setor no Brasil (R$ 98 bi). Entre os canais, os hipermercados, supermercados tiveram saldo positivo com um resultado acima dos últimos 2 anos. Já os minimercados registraram o melhor resultado em 10 anos. Já para os atacados e atacarejos o total foi negativo e o maior desde 2012.

Salário

A APAS analisou também o valor médio dos salários em todo estado. A Grande SP ficou em primeiro lugar com R$ 16 mil, seguido da Baixada Santista e Ribeirão Preto. Entre as cidades, a capital gerou 3.499 postos, seguida das cidades de Sorocaba com 665 e Campinas com 652. Atualmente o setor varejista alimentar emprega 548,1 mil pessoas em todo estado.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade