menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Após colapso no SUS Municipal, Campinas tem apenas 1 leito no SUS estadual

Cidade está com 92,68% dos leitos ocupados

Rose Guglielminetti

16h55 - 05/03/2021

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A situação de leitos de UTI SUS em Campinas para pacientes com covid-19 fica cada vez mais dramática. Com 100% de ocupação nos hospitais da Prefeitura de Campinas, agora, o SUS estadual tem apenas um leito de alta complexidade livre nesta sexta-feira (05/03) para uma cidade com 1,2 milhão de habitantes.

NO Hospital de Clínicas da Unicamp, dos 30 leitos, 29 estão com pacientes internados. Ontem (04/03), eram três leitos disponíveis.

Nos hospitais Mário Gatti, Ouro Verde, UPA Carlos Lourenço, por exemplo, a ocupação está esgotada, já que os três leitos disponíveis estão reservados para grávidas. O SUS Munipal tem 116 leitos.

Na rede privada, existem apenas 19 leitos livres. Dos 168 leitos, 149 estão ocupados.

“As pessoas acham que por terem um convênio poderão ter leitos de UTI. Ressaltamos que a situação está dramática”, disse a diretora do Devisa, Andrea Von Zuben, referindo-se sobre a pressão sobre os leitos na rede privada. Ontem, em Indaiatuba, por exemplo, não havia leitos tanto na rede privada quanto na pública.

No geral, Campinas está com 315 leitos. Porém, 291 deles estão ocupados, o que corresponde a uma taxa de 92,68%. Há 23 leitos livres somando as redes pública e particular. A prefeitura contabiliza os três leitos reservados para grávidas.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade