menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Câmara inicia separação de imagens para identificar autor de injúria racial contra vereadora

Vereadora Paolla Miguel foi xingada de "preta lixo"

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

15h21 - 09/11/2021

Atualizado há 2 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Câmara de Campinas começou nesta terça-feira (09/11) a separar as imagens da sessão de ontem para tentar identificar quem foi o autor ou a autora do crime de racismo contra a vereadora Paolla Miguel (PT). A parlamentar foi xingada de “Preta lixo” enquanto falava sobre o Conselho de Desenvolvimento e Participação da Comunidade. O ataque partiu de um grupo que protestava contra a exigência do passaporte de vacina em grandes eventos.

As imagens vão ser comparadas com o cadastro de identificação existente no banco de dados da Câmara. Uma dificuldade que o Legislativo poderá enfrentar para saber quem foi a pessoa que cometeu o crime é saber de onde saiu a fala, já que muitos usavam máscaras de proteção contra a covid-19.

A direção da Câmara de Campinas avalia proibir as pessoas que estavam ontem no plenário de entrarem novamente na Câmara. A justificativa é a de que eles ofenderam os parlamentares e descumpriram as regras sanitárias – muitos tiraram as máscaras durante a sessão.

O grupo, capitaneado pelo vereador Nelson Hossri (PSD), direcionou os ataques verbais para os vereadores de esquerda. Além disso, eles gritavam “vacina mata”.

A vereadora fez um boletim de Ocorrência nesta terça-feira.

“É muito triste que algo assim tenha ocorrido, ainda mais no Mês da Consciência Negra e no momento em que estamos aprovando um projeto importante para a comunidade negra. Me abalou bastante, fiquei sem ação tentando entender o que estava acontecendo, e com um sentimento de impotência, até porque obviamente não ia atacar o público de volta.   O, racismo é um dos crimes que mais mata no Brasil e sentir isso do público abala. Agradeço à solidariedade dos vereadores e vereadoras, que também se colocaram à disposição para testemunhar. Não dá pra aceitar esse tipo de crime dentro da cada do povo, dentro de uma casa de leis

Paolla Miguel (PT), vereadora

Novos protestos

A Câmara deverá receber nesta quarta-feira (09/11) manifestações de comunidades negras que vão até o plenário em solidariedade à vereadora que foi vítima de racismo.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade