menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Campinas está entre as cidades que aplicou doses vencidas da AstraZeneca

Cidade teria utilizado 87 doses dos lotes comprometidos

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

13h23 - 02/07/2021

Atualizado há 21 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Campinas está entre as cidades que aplicou doses vencidas da AstraZeneca, o que compromete a proteção das pessoas contra a covid-19. Na cidade, pelo menos 87 pessoas receberam o imuizante vencido,. Em todo o Brasil, foram 26 mil doses aplicadas em 1.532 muicípios brasileiros. A informação foi dada pela Folha de S. Paulo.

De acordo com levantamento apresentado pelo Ministério da Saúde, as doses com problemas aplicadas em Campinas foram no Distrito Sudoeste Paulista (48), HC da Unicamp (25), Distrito de Saúde Leste (4), Centro de Saúde São Bernardo (1), Centro de Saúde Taquaral (1), Centro de Saúde Centro (1), Centro de Saúde Perseu Leite de Barros (1) UBS Jardim Campinas (1).

Os imunizantes que estão com prazos de validade expirados integram oito lotes. Os prazos vão de 29 de março a 4 de junho. A AstraZeneca é a vacina mais aplicada nos braços dos brasileiros, com 57% das doses aplicadas neste ano.

Número do LoteData de Vencimento
4120Z00129/03/2021
4120Z00413/04/2021
4120Z00514/04/2021
CTMAV50130/04/2021
CTMAV50531/05/2021
CTMAV50631/05/2021
CTMAV52031/05/2021
4120Z02504/06/2021
Fonte: Levantamento de Sabine Righetti (Unicamp) e Estêvão Gamba (Unifesp)

Em Campinas, 504.870 pessoas receberam a primeira dose das vacinas – CoronaVac e AStraZeneca. Outras 170.770 tomaram a segunda dose.

Outro lado

A Secretaria de Saúde negou nesta sexta-feira (02/07) que aplicou vacina da AstraZeca com prazo de validade vencido. A cidade foi incluída na relação de mais de 1,3 mil municípios que teriam utilizado vacina fora do prazo em seus moradores. No caso de Campinas, seriam 87 doses das mais de 688,1 mil doses. A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo.

De acordo com a Pasta, antes da aplicação de cada vacina, existem cinco checagens por diferentes profissionais das datas de validade das doses.

O que aconteceu foi um erro no registro na tela do computador, em que o digitador clicou no lote errado e encaminhou ao sistema da Secretaria Estadual de Saúde (VaciVida). Os lotes são compostos por letras e números. O trabalho é manual.

De um total de 688.129 doses aplicadas em Campinas, houve erro de seleção em 97, o que representa 0,014%.

A Secretaria de Saúde já iniciou os contatos com cada uma das 97 pessoas para checagem e esclarecimentos de qualquer dúvida.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade