menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Começa nesta quinta agendamento de vacina da covid-19 para pessoas com mais de 64 anos

Doses estão sendo aplicadas em cinco centros de imunização

Band Mais

14h51 - 22/04/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Moradores de Campinas de 64 anos de idade ou mais podem fazer o seu agendamento para vacinação contra a covid-19 a partir das 16 h desta quinta-feira (22/04). Também haverá mais vagas para profissionais de saúde a partir de 50 anos de idade. O dia e horário deverão ser escolhidos no site www.vacina.campinas.sp.gov.br ou pelo telefone 160. Pessoas que enfrentarem dificuldades podem buscar ajuda no centro de saúde mais próximo. O público-alvo na faixa etária de 64-65 anos é de nove mil pessoas.

A vacinação para esses grupos terá horários disponíveis a partir de sexta-feira (23/04). Só será atendido quem estiver agendado. O comparecimento ao local deve ser feito com 10 minutos de antecedência para evitar aglomerações.

As doses estão sendo aplicadas em cinco centros de imunização. No dia marcado, a pessoa que vai receber a vacina deve levar documento de identificação com foto e CPF, além dos comprovantes de endereço em Campinas e do agendamento, que pode ser mostrado no celular.

O comprovante de endereço deve estar em nome da pessoa a ser vacinada ou em nome do marido (esposa) ou companheiro (a), desde que comprove o parentesco. Servem como comprovantes contas de água, energia elétrica, telefone, gás, serviços de internet, conta de banco, conta de cartão de crédito, carnê de IPTU, cartão SUS e carta INSS.


Poderão fazer o agendamento, profissionais de saúde a partir de 50 anos das seguintes categorias: assistentes sociais que trabalham em estabelecimentos da área da saúde; auxiliares em laboratórios de análises clínicas; biomédicos; biólogos; cirurgiões dentistas; enfermeiros; farmacêuticos; fisioterapeutas; fonoaudiólogos; motoristas de ambulância; médicos; médicos veterinários; nutricionistas; profissionais de Educação Física; psicólogos; terapeutas ocupacionais; técnicos e auxiliares de enfermagem; técnicos e auxiliares de saúde bucal; técnicos em laboratórios de análises clínicas; técnicos em radiologia; gerontólogo, além de doulas/parteiras. 

Centros de Imunização

Os Centros de Imunização funcionam das 8h às 20h, de segunda a sexta-feira; e das 8h às 18h, aos sábados e domingos.

É necessário fazer o agendamento no site www.vacina.campinas.sp.gov.br, mas também é importante realizar o pré-cadastro no site VacinaJá (www.vacinaja.sp.gov.br), do Governo do Estado. Dessa forma, o atendimento no Centro de Imunização é mais rápido.

Confira quais são os Centros de Imunização:

– CVI – Centro de Vivência do Idoso na Lagoa do Taquaral

Avenida Doutor Heitor Penteado, s/nº. Portão 5, com área de estacionamento

– Escola CAIC Zeferino Vaz

Rua José Augusto de Mattos, s/nº

Parque Residencial Vila União

– Círculo Militar de Campinas

Avenida Getúlio Vargas, 200

Jardim Chapadão

– Casa da Criança Paralítica

Rua Pedro Domingos Vitali, nº 160

Parque Itália

– Centro de Imunização Noroeste (antigo prédio da NAED Noroeste)

Rua Augusta Parreira Belinteni, s/nº

Vila Castelo Branco

Gripe e Covid – intervalo

A vacinação contra a gripe está acontecendo nos centros de saúde de Campinas desde 12 de abril. Neste momento, as doses estão destinadas a crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após dar à luz), trabalhadores da Saúde e povos indígenas. A meta é vacinar 90% deste público, formado por 145 mil pessoas.

Neste ano, idosos a partir de 60 anos e professores serão vacinados na segunda etapa, a partir de 11 de maio. Já as pessoas com comorbidades (doenças crônicas e outras), com deficiência permanente, e outros públicos serão vacinados na terceira etapa, programada para a partir de 9 de junho.

Como as campanhas de vacinação (Covid e Gripe) acontecem ao mesmo tempo, o Ministério da Saúde não recomenda a aplicação das duas vacinas simultaneamente. A orientação é priorizar a imunização contra a Covid e respeitar o intervalo mínimo de 14 dias entre as doses contra Covid e contra Influenza.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade