menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Comissão da Câmara aprova alta no salário do prefeito; efeito cascata deve gerar gastos de R$ 4 milhões

Vencimento passaria de R$ 23,4 mil para R$ 27,3 mil

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

22h31 - 01/12/2021

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Comissão de Legalidade da Câmara de Campinas aprovou aumento de 16,69% sobre o salário do prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos) e dos secretários. O valor passaria de R$ 23,4 mil para R$ 27,3 mil a partir de 1º de janeiro de 2022. A proposta deve ser votada na próxima segunda-feira (06/12).

O aumento do teto vai provocar um efeito cascata nos salários de 150 servidores que estão com os vencimentos congelados. Eles deveriam receber acima desse valor, mas não pode devido ao limite imposto. Se aprovado o projeto, o custo será de R$ 4 milhões a mais para os cofres públicos.

No mês passado, o presidente da Câmara foi procurado por um grupo de servidores que defende o reajuste sob alegação de que estão prejudicados por causa da limitação. Segundo eles, algumas categorias não conseguem fixar profissionais porque os salários são maiores em outras cidades. Eles citaram o caso de cerca de 90 médicos que poderiam fazer mais plantões, mas não fazem devido à limitação salarial.

O vereador Paulo Bufalo (PSOL) usou a tribuna na sessão desta noite para criticar a proposta. Já os servidores que estão no plenário em protesto contra o projeto que impõe aos servidores o teto do INSS para os aposentados classificaram a proposta como absurda. Isso porque já faz dois anos que os servidores não têm reajuste salarial.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade