menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Dário veta projeto de rastreamento de doses e vacinados contra covid-19

Cidade já vacinou 266,2 mil pessoas com a primeira dose da vacina contra a doença

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

09h30 - 22/05/2021

Atualizado há 30 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O prefeito de Campinas (SP), Dário Saadi (Republicanos), vetou o projeto de lei, de autoria dos vereadores Mariana Conti e Paulo Bufalo, ambos do PSOL, que permitiria implantar um sistema de rastreamento de doses e identificação da lista de pessoas vacinadas contra a covid-19 no munícipio.

Na justificativa para brecar a proposta, o prefeito alega que a proposta é inconstitucional porque propõe um sistema de transparência na Administração municipal, o que é uma atribuição apenas do Executivo. Também ressaltou que o projeto configura uma interferência no sistema de saúde ao obrigar a divulgação dos moradores imunizados, além de quebrar a manutenção da confidencialidade.

De acordo com o projeto aprovado pelos vereadores, a prefeitura deveria divulgar, por meio de uma plataforma centralizada, informações como quantidade de doses, identificação do responsável pelo transporte e do vacinado, data da imunização, etc..

Derrubada de veto

A vereadora Mariana Conti disse que vai trabalhar para a derrubada do veto – missão quase impossível, já que a maioria dos vereadores integra a base governista. Ela considerou ainda que a decisão do republicano foi absurda. “Esse projeto tinha o objetivo de dar transparência ao processo para que todos pudessem acompanhar se o Plano Nacional de Imunização estava sendo aplicado de forma correta. Fizemos um amplo debate sobre a consticionalidade e entendemos que, num momento em que a vacina tem um papel crucial para combater essa pandemia, é perfeitamente possível divulgar essas informações”, disse ela.

Vacinados

De acordo com a Saúde, 266.212 tomaram a primeira dose da vacina. Outras 145.117 foram imunizadas com a segunda dose.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade