menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Situação de Campinas piora; cidade tem 150 pacientes internados por covid-19 em 15 dias

Pacientes com síndromes gripais têm alta de 36%

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

15h29 - 25/05/2021

Atualizado há 26 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos), disse nesta terça-feira (25/05), que a cidade está em alerta devido ao aumento de internações e alta de pessoas com problemas respiratórios nas unidades de saúde.

Segundo ele, nos últimos 15 dias a cidade internou 150 novos pacientes com covid-19, chegando hoje a 750 pessoas doentes. Há duas semanas, eram 600 pessoas. A taxa de internação é de 88,19%. Dos 398 leitos leitos de UTI exclusivos para pacientes com covid-19 nas redes pública e particular de saúde, 351 estão ocupados.

A cidade tem 9 pacientes na fila por um leito de alta complexidade. Os 80 leitos no HC da Unicamp e do AME (Ambulatório Médico de Especialidades) estão com 100% de ocupação. Nos hospitais da Prefeitura de Campinas há apenas um leito disponível. Dos 151 leitos, 150 estão ocupados.

A rede privada também começa a ser afetada com a alta de casos. Dos 207 leitos, 161 estão ocupados, o que equivale a 77,78%. Há 46 leitos vagos.

Síndromes gripais

Outro dado que demonstra que a doença está em alta é o aumento de 36% de pacientes com síndromes gripais procurando as unidades de saúde da cidade nas últimas três semanas.

Além disso, de cada 10 testes de covid-19, 30% deles têm dado positivo. “Isso nos preocupa porque aumenta a possibilidade de circulação da doença e risco de agravamento”, disse a diretora do Devisa (Departamento em Vigilância em Saúde), Andrea Von Zuben.

Casos

Com mais 470 casos, Campinas chegou hoje a 100.930 pessoas com covid-19. Foram registradas mais 25 mortes, atingindo a 3.284 óbitos da doença.

Entre as vítimas, 11 eram homens e 14 mulheres. Do grupo, 23 tinham comorbidades e 19 tinham mais de 60 anos.

Vacina

De acordo com a Saúde, 295.203 pessoas tomaram a segunda dose da vacina. Outras 152.893 foram imunizadas com a segunda dose.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade
Mais notícias