menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Escolas privadas e do Estado retomam as aulas presenciais nesta segunda

Estado limitou em 35% a presença dos alunos nos prédios escolares

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

14h32 - 18/04/2021

Atualizado há 25 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Prefeitura de Campinas liberou o retorno das aulas presenciais na cidade a partir desta segunda-feira (19/04), nas escolas privadas e do Estado. o retorno é possível, segundo os gestores de saúde, porque há uma redução na taxa de internação de pacientes com coronavírus.

As escolas poderão funcionar com um público de 35%. O uso de máscaras, álcool em gel e o afastamento social são exigências impostos pelos gestores da Saúde.

Escolas da Prefeitura de Campinas

No dia 26 de abril será a vez das escolas da Prefeitura de Campinas. Neste dia, voltam os alunos do ensino fundamental, educação especial, EJA (Educação de Jovens e Adultos) e Ceprocamp. O percentual será de 35% de presença de alunos na sala de aula durante as fases vermelha e amarelha. Na fase laranja, o percentual aumenta para 50%.

A educação infantil volta com as aulas no dia 03 de maio. Estão incluídas as crianças matriculadas nos grupamentos 1 (com idade de três meses a 1,5 ano), 2 ( de 1,5 ano a 3 anos) e 3 (pré-escola, acima de 4 anos). A rede tem cerca

Protesto

Os trabalhadores da Secretaria de Educação de Campinas promotem fazer amanhã (19/04), às 17h30, um protesto em frente à Prefeitura de Campinas em protesto contra o retorno das aulas presenciais no próximo dia 26. “Não é possível a abertura de segura de escolas neste momento de crescimento da disseminação do vírus”, diz a nota. O grupo, ligado à oposição sindical, diz que o retorno seguro só se dará quando todos os profissionais de Educação foram vacinados.

A vacinação dos profissionais da Educação começou nesta semana. Serão imunizados os trabalhadores com mais de 47 anos. Campinas recebeu cerca de 7,7 mil doses da vacina contra a covid-19.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade