publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Hossri contesta contratação de Dudu Nobre por R$ 26.180 para participar de homenagem a Zé Kéti

Secretaria diz que recurso é proveniente de patrocínio recebido pela Orquestra em abril de 2019 e pode ser utilizado até abril de 2021

Zezé de Lima, Blog da Rose

18h01 - 10/02/2021

Atualizado há 16 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A contratação do cantor Dudu Nobre pela Secretaria de Cultura para gravação de música junto à Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas em homenagem ao centenário do compositor e cantor Zé Kéti levantou poeira na Câmara de Vereadores. Quem bateu o pé foi o vereador Nelson Hossri (PSD), que considera uma “imoralidade”, a pasta da ex-primeira-dama de Campinas, Sandra Ciocci, gastar em plena pandemia quase R$ 30 mil.

A contratação direta foi publicada na última terça-feira, no Diário Oficial do Município (DOM). O despacho foi assinado pelo secretário de Governo, Michel Abrão, ratificando a contratação, após manifestação da Secretaria de Assuntos Jurídicos. A contratada por R$ 26.180,00 é a empresa Ritmo Quente Produções Artísticas Ltda. -ME, representante legal de Dudu Nobre.

Hossri já encaminhou requerimento e quer saber qual o motivo concreto da contratação para homenagear o centenário do compositor e cantor Zé Kéti. Ele requer cópia do Projeto Básico e eventuais anexos e também indaga sobre o interesse público almejado na contratação, considerando várias outras prioridades do município, em especial, na área da saúde. Segundo o vereador, ele pode até ajuizar uma ação popular “por conta dessa imoralidade”.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Cultura informou que contratação do artista Dudu Nobre para a gravação com a Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas foi realizada rigorosamente dentro dos padrões legais e éticos da Secretaria Municipal de Cultura.

Informou ainda que o recurso é proveniente de patrocínio recebido pela Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas em abril de 2019 e pode ser utilizado até abril de 2021. “Não há prejuízo aos cofres públicos”, pontuou.

A participação do artista, segundo a secretaria, é parte de um vídeo que conta com todas as escolas de samba de Campinas, representadas pelos seus ritmistas, e que teve o apoio da Liga das Escolas de Samba de Campinas (Liesca) para a seleção dos integrantes.

“Apesar da pandemia, é muito importante a continuidade de atividades culturais, que têm sido um alento para as pessoas que estão isoladas em suas residências. Devemos valorizar a cultura em todas as suas vertentes, principalmente quando há interação entre segmentos tão diversos como uma orquestra sinfônica e escolas de samba”, finaliza a nota.

0 Comentário

publicidade
publicidade
Mais notícias