menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Hossri entrega defesa em CP que o investiga por quebra de decoro

Integrantes da comissão vão se reunir na sexta para definir se arquiva ou dá continuidade à apuração das denúncias

Rose Guglielminetti

17h22 - 07/12/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O vereador Nelson Hossri (PSD) entregou nesta terça-feira (07/12) a sua defesa prévia à CP (Comissão Processante) que o investiga por quebra de decoro parlamentar. Os integrantes se reúnem na sexta-feira (10/12) para definir se vão continuou ou param com as investigações que podem levar à cassação do parlamentar.

A CP foi aprovada pelos vereadores após pedido protocolado por três representantes de partidos políticos da cidade. Carlos Orfei, do PT; Marcela Moreira, do PSOL e Denise Teijeiro, do PCdoB. Segundo eles, Hossri insuflou os seus aliados que foram à sessão do último dia 08 de novembro para protestar contra o passaporte da vacinação, “expondo a casa de Leis, não atuou com sobriedade, cometeu tentativa de agressão e ameaças”. De acordo com o Código de Ética da Câmara, um vereador tem de agir “de acordo com a boa-fé, exercer suas atividades com zelo, urbanidade e respeito, contribuir para o bom andamento dos trabalhos legislativos, especialmente nas audiências públicas, solenidades, reuniões de comissões e sessões e exercer as atividades parlamentares com decência no agir, vestir e no falar.” O vereador nega as acusações. 

Na reunião desta sexta-feira entre os os vereadores Paulo Haddad (Cidadania), Paolla Miguel (PT) e Paulo Gaspar (Novo) será feita análise dos elemenos coletados, com a defesa prévia e o parecer da relatora Paolla Miguel – que teria sido vítima de racismo nesta sessão). A partir disso, será definido pela continuidade ou não da CP.

Se for decidido pela continuidade, a CP terá até fevereiro do ano que vem para apresentar o relatório final para o plenário, indicando ou não a cassação do mandato de Hossri.

0 Comentário

publicidade
publicidade