menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Movimentos sociais fazem ato hoje em apoio à vereadora que sofreu crime de racismo

Paolla Miguel foi xingada de "preta lixo" na sessão da última segunda-feira

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

12h39 - 10/11/2021

Atualizado há 2 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Movimentos sociais convocam para esta quarta-feira (10/11) um ato em apoio à vereadora Paolla Miguel (PT), que foi vítima de crime de racismo durante a sessão da Câmara de Campinas na última segunda-feira (08/11). Além disso, vários partidos, como o PCdoB e o PSB, soltaram notas de repúdio contra o ato racista praticado por integrantes de um movimento de Direita – eles prostestavam contra a exigência do passaporte de vacina em grandes eventos na cidade.

O ato está sendo convocado para as 17h em frente ao prédio do Legislativo campineiro. A sessão começa às 18h.

A vereadora, que já fez um boletim de ocorrência, foi xingada de “Preta lixo” enquanto discursava na sessão em defesa do Conselho e Fundo de Valorização da Comunidade Negra de Campinas.

Diante das ofensas, o presidente da Câmara de Campinas, Zé Carlos, determinou a separação das imagens e a comparação com o banco de dados da Casa de Leis para identificar o autor da ofensa.

Além disso, a Câmara estuda impedir o ingresso ao prédio da Câmara de todas as pessoas que estavam no plenário.

Partidos

O PSB sugeriu que a bancada montre uma Frente Parlamentar de Combate ao Racismo e também instale uma comissão de acompanhamento das investigações.

Já o PCdoB disse que fará fileira para que o crime seja punido.

Direita nega crime

Uma pessoa que estava na manifestação da última segunda-feira disse que não foi falado “preta lixo”, mas, sim, “Petta lixo” – relacionada ao vereador Gustavo Petta. A Câmara, porém, sustenta que o áudio é muito claro e que a ofensa foi contra a vereadroa Paolla Miguel que estava discursando no momento do xingamento.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade