menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Ocupação de leitos de leitos de UTI atinge o pior índice na pandemia

Não há nenhum leito livre no SUS

Rose Guglielminetti

17h14 - 26/03/2021

Atualizado há 26 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Campinas atingiu o pior índice na taxa de ocupação da UTI exclusiva para pacientes com coronavírus nos hospitais públicos e privado: 98,19%. Não há nenhum leito SUS e e apenas 8 disponíveis nos hospitais particulares. A fila de espera por leitos de alta complexidade e de enfermaria é de 193 pessoas.

Dos 442 leitos, 434 estão ocupados.

Todos os 157 leitos dos hospitais da Prefeitura de Campinas e os 40 do HC da Unicamp estão com pacientes internados. A ocupação é de 100%. O HC abriu hoje mais 18 leitos de enfermaria.

A abertura de novos leitos têm sido apenas para atender os pacientes que já estão na fila. Ontem, o AME (Ambulatório Médico de Especialidades) foi transformado em unidade exclusiva para covid-19, com a ampliação de 16 leitos de alta complexidade. Até terça-feira (30/03) serão mais nove leitos.

Já na rede privada a ocupação chegou a 96,73%. Dos 245 leitos, 237 estão ocupados.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade