menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

PF faz busca e apreensão em Campinas na operação contra o ministro Ricardo Salles

Mandado foi cumprido na casa de um dos investigados no caso que apura venda de madeira ilegal extraída da Amazônia

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

09h47 - 19/05/2021

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A PF (Polícia Federal) de Campinas cumpriu nesta quart-feira (19/05) um mandado de busca e aprensão na casa de um dos investigados na Operação Akuanduba, que investiga possíveis exportações ilegais de madeira para os Estados Unidos e Europa. A PF apura crimes como corrupção, advocacia administrativa, prevaricação e facilitação de contrabando. Entre os alvos está o ministro do Meio Ambiente, Ricado Salles, que foi até a sede da PF para buscar informações sobre a operação.

Em Campinas, foram recolhidas mídias que serão enviadas à corporação em Brasília.

No total são cumpridos 35 mandados de busca e apreensão Distrito Federal, no Pará e em São Paulo na operação autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal).

LEIA MAIS

PF cumpre mandado contra Ricardo Salles

O ministro autorizou a quebra do sigilo bancário e fiscal de Ricardo Salles e determinou o afastamento preventivo de 10 agentes públicos que trabalham no Ibama e no Ministério do Meio Ambiente – dentre os quais está Eduardo Bim, presidente do instituto. São eles:

Eduardo Fortunato Bim –  presidente do Ibama 
Leopoldo Penteado Butkiewicz – assessor especial do Gabinete do Ministro do Meio Ambiente  
Wagner Tadeu Matiota – superintendente de Apurações de Infrações Ambientais (Siam/Gab/Ibama)
Olímpio Ferreira Magalhães – diretor de Proteção Ambiental (Dipro/Ibama)
João Pessoa Riograndense Moreira Junior –  diretor de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas (Dbflo).
Rafael Freire de Macedo, coordenador-geral de Monitoramento do Uso da Biodiversidade e Comercio Exterior 
Leslie Nelson Jardim Tavares –  coordenador de Operações De Fiscalização (Cofis)
André Heleno Azevedo Silveira –  coordenador de Inteligência de Fiscalização (Coinf)
Artur Vallinoto Bastos –  analista ambiental do Ibama-PA
Olivaldi Alves Azevedo Borges – secretário adjunto da Secretaria de Biodiversidade do Ministério Do Meio Ambiente. 

A investigação que determinou a operação começou em janeiro deste ano, após informações de autoridades estrangeiras noticiarem o possível desvio de conduta dos servidores públicos nos processos de exportação de madeira.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade