menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe

Polícia Federal deflagra operações simultâneas para combater fraudes ao auxílio emergencial

O objetivo das operações era desarticular uma organização criminosa situada no interior do estado

Juliana Caetano, Band Mais

11h24 - 16/04/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira, 16, duas operações para desarticular organização criminosa, situada no interior do estado de São Paulo, especializada em fraudar contas de beneficiários do auxílio emergencial.
As duas operações são resultado do trabalho da Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (EIAFAE), que reúne Polícia Federal, Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, CAIXA, Receita Federal, Controladoria-Geral da União e Tribunal de Contas da União.
Os objetivos da atuação conjunta e estratégica são a identificação de fraudes e a desarticulação de organizações criminosas que atuam causando prejuízos aos programas assistenciais.

Em Campinas foi deflagrada a Operação Lotter para o cumprimento de 8 mandados de busca e apreensão (6 em Paulínia e 2 em Sumaré) e um mandado de prisão temporária (em Paulínia), expedidos pela 9ª Vara Federal em Campinas.

Segundo investigações, a organização criminosa envolve, no mínimo, 8 pessoas e utilizava programas de computadores para invadir a conta dos beneficiários, transferindo o dinheiro para contas dos criminosos por meio do pagamento de boletos gerados em site de sistema de pagamentos ou por meio de transações eletrônicas.

Durante as investigações restou comprovado o furto de mais de R$ 135.000,00, o que indica um mínimo de 225 famílias lesadas.

0 Comentário

publicidade
publicidade