menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Presidente do PT e ex-vereadora do PSOL pedem instalação de CP contra Nelson Hossri

Parlamentar tentou agredir o vereador Gustavo Petta na sessão do último dia 08 de novembro

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

15h41 - 17/11/2021

Atualizado há 2 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O presidente do PT, Carlos Orfei, a ex-vereadora Marcela Moreira (PSOL) e a economista aposentada Denise Teijeiro, protocolaram nesta quarta-feira (17/11) pedido de CP (Comissão Processante) contra o vereador Nelson Hossri (PSD). De acordo com eles, o parlamentar “expôs a casa, não atuou com sobriedade, cometeu tentativa de agressão e ameaças”, na sessão do último dia 08 de novembro.

O pedido se baseia no artigo 6º do Código de Ética da Câmara de Vereadores de Campinas em que diz que um parlamentar deve agir com “agir de acordo com a boa-fé, exercer suas atividades com zelo, urbanidade e respeito, contribuir para o bom andamento dos trabalhos legislativos, especialmente nas audiências públicas, solenidades, reuniões de comissões e sessões e exercer as atividades parlamentares com decência no agir, vestir e no falar.”

Na sessão da última segunda-feira (08/11) um grupo de militantes de direita esteve na Câmara para apoiar Hossri – que tentava emplacar um requerimento para impedir a adoção de obrigatoriedade do passaporte da vacina em grandes eventos na cidade. O clima esquentou e Hossri tentou agredir Gustavo Petta (PCdoB), como mostram as imagens da TV Câmara. Hossri, porém, nega.

“Amparados por uma série de movimentos sociais no pedido de criação de Comissão Processante. Nossa militância exige uma apuração rígida da Câmara na responsabilização desse caso”, destacou Orfei, que também é servidor público.

A professora Marcela Moreira, autora do pedido, destacou que é “imprescindível contermos o avanço da violência política contra as vereadoras e vereadores nessa sessão.Pela democracia, é necessário não agir de forma truculenta contra representantes legitimamente eleitos”

Denise Teijeiro, economista aposentada que também assina o pedido, destaca que, ao realizar o pedido, os partidos exercem o “nosso direito de defender a democracia”.

O presidente da Câmara, Zé Carlos, deve levar o pedido à votação na primeira reunião ordinária subseqüente. Para que uma CP seja instaurada é necessário que mais de 50% dos vereadores presentes.

Outro lado

Assim que o vereador Nelson Hossri se manifestar a matéria será atualizada.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade