publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Primeiro lote da vacina contra a covid-19 chega a Indaiatuba e prefeitura começa vacinação

Nesta remessa, são 2.840 doses; profissionais da linha de frente do Haoc serão os primeiros a serem vacinados

Patrícia Lisboa/Blog da Pimenta

15h26 - 21/01/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A vacina CoronaVac contra a covid-19 chegou a Indaiatuba, por volta das 13h40 desta quinta-feira (21/1), um dia antes do previsto. O primeiro lote contém 2.840 doses, que serão destinadas para imunizar, primeiro, os profissionais da linha de frente da saúde que atuam em hospitais da cidade. O prefeito de Indaiatuba, Nilson Gaspar (MDB), recebeu a primeira remessa do imunizante para o município.

VACINAÇÃO

A primeira profissional de saúde a ser vacinada, em Indaiatuba, será uma enfermeira do Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc), às 17h. O Haoc é o único que atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS), no município.

Na última terça-feira (19/1), o prefeito de Indaiatuba, Nilson Gaspar (MDB), anunciou que a quantidade de doses desse primeiro lote seria menor do que a primeira estimativa, de dez mil doses, que foi feita antes de o Ministério da Saúde decidir distribuir as vacinas CoronaVac, do Instituto Butantan, de São Paulo, para todos os estados brasileiros e para o Distrito Federal.

A decisão do Ministério da Saúde foi anunciada no último domingo (18/1), quando o uso emergencial de seis milhões de doses da CoronaVac foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Com a redução de dez mil para 2.840 doses no primeiro lote, a Secretaria de Saúde de Indaiatuba alterou o plano municipal de vacinação, de acordo com as orientações do Departamento Regional de Saúde de Campinas (DRS-7), e definiu que os profissionais da linha de frente da saúde que trabalham em hospitais serão os primeiros a serem vacinados, em vez dos profissionais de saúde em geral, como estabelecido no plano anterior.

Depois dos profissionais da linha de frente da saúde, têm prioridade na vacinação os idosos e profissionais dos institutos de longa permanência (os chamados asilos) e os idosos acima dos 60 anos. Esses são o público-alvo da primeira etapa da vacinação, que será realizada conforme a chegada das doses ao município.

O envio da segunda dose para o público da primeira etapa da vacinação, segundo a Secretária Municipal da Saúde, já foi garantido pela Secretaria de Estado da Saúde.

Todos os públicos prioritários precisam fazer o cadastro no site da Prefeitura, para receber a vacina. O cadastramento foi aberto na segunda-feira (18/1).

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade