menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

PT de Campinas repudia agressão verbal do presidente da Câmara

Em áudio, Zé Carlos chama petistas de "cambada de vagabundos"

Rose Guglielminetti

12h29 - 16/04/2021

Atualizado há 25 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O PT de Campinas soltou uma nota de repudio contra o presidente da Câmara de Campinas, Zé Carlos (PSB), devido a um áudio que tem circulado nos grupos das redes sociais de um dialógo entre vereadores, em que o presidente que se refere aos petistas como “cambada de vagabundos e filhos da puta”. O partido exige um pedido de desculpas e uma retratação pública do presidente da casa de Leis.

De acordo com o partido, o áudio sugere ainda a articulação de um bloco parlamentar com a finalidade de isolar o Partido dos Trabalhadores na Casa Legislativa.

A conversa surgiu após o debate sobre a suposta pressão que um grupo de vereadores de Campinas iria fazer contra o prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos) para adotar o “kit covid” – tratamento precoce contra o coronavírus, mas que não tem comprovação científica. Ontem, Zé Carlos fez um debate online na Câmara com a presença de médicos e políticos que defendem a inclusão da cloroquina, hidroxoclorina e ivermectina na rede de saúde.

“Em situação explícita de quebra de decoro parlamentar, somos descritos como “cambada de vagabundos” pelo presidente da Casa, entendendo que esse lamentável e grave episódio de violência política acontece por estarmos, sempre ao lado do povo, em defesa da vida e denunciando de forma intransigente o negacionismo criminoso de
parlamentares, como o presidente em questão, que busca pressionar o prefeito municipal para que implemente, o que chamam de “tratamento precoce para a covid19”. Reiteramos nosso compromisso com a ciência, que por meio da OMS e de organismos internacionais já se posicionaram sobre a ineficácia e os riscos à saúde proporcionados pelo suposto “tratamento precoce” ou “kit covid”, defendido pelo vereador José Carlos”, diz a nota.

O partido cita ainda as medidas de isolamento social tomadas pelo prefeito de Araraquara, Edinho Silva (PT), como acertadas no controle da pandemia.

Outro lado

Zé Carlos disse que o áudio está fora de contexto e que já se desculpou com o presidente do PT de Campinas, Carlos Orfei e com o vereador Cecílio. “Não consegui falar com todos os vereadores da bancada, mas vou me desculpar. É uma fala fora de contexto e eu estava nervoso e acabei extravasando. Não ofendi o PT e nem os vereadores”, disse ele.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade