menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Saúde de Campinas registra baixa adesão para vacina da covid-19 entre pessoas com 50 e 54 anos

Mais de 8,8 mil pessoas ainda não apareceram nos postos de saúde para ser imunizadas

Rose Guglielminetti

18h41 - 15/07/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Secretaria de Saúde de Campinas tem registrado uma baixa procura de pessoas entre 50 e 54 anos na vacinação contra a covid-19. A cobertura está em 88,4% e há mais de 8,8 mil moradores da cidade que ainda não foram se imunizar contra a doença. Até 13 de julho, último levantamento realizado pelo Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde), 65.907 das 74.544 pessoas nesta faixa etária haviam sido vacinadas.

É muito importante que as pessoas façam o agendamento e recebam a vacina. Só com um grande número de pessoas imunizadas vamos conseguir diminuir a circulação do vírus e, com isso, evitar o desenvolvimento de novas variantes

Andreia Von Zuben, diretora do Devisa

Neste sábado (17/07), a Saúde faz mais um Dia D de vacinação contra a covid-19. A pretensão é imunizar cerca de 30 mil pessoas contra a doença . O público alvo é formado por pessoas a partir de 35 anos e outros grupos contemplados, como quem tem comorbidades a partir de 18 anos, grávidas e puérperas a partir de 18 anos, profissionais de educação a partir de 18 anos, entre outros.  

As pessoas agendadas serão imunizadas em 60 centros de saúde. Só não participarão do Dia D as unidades do DIC 6, Rossin, Santos Dumont, Eulina, Carlos Gomes, Campina Grande e Boa Esperança.  

É importante que as pessoas cheguem, no máximo, com 10 minutos de antecedência para evitar aglomerações.    

Não há possibilidade de escolha da vacina, mesmo com prescrição ou encaminhamento médico. A pessoa que se recusar a receber a dose terá que assinar um documento de recusa e irá para o final da fila de imunização. As pessoas que não comparecerem ao agendamento ficarão suspensas por 30 dias no sistema (se não concordar, basta apresentar recursos no Protocolo Geral da Prefeitura).   

Nos cinco Dias D anteriores foram aplicadas 131.106 doses. As ações foram realizadas em 22 de maio, 4, 12 e 19 de junho e 9 de julho. A última vacinou 31.002 pessoas em um único dia e bateu o recorde dos Dias D.   

Gripe e Covid – intervalo   

O Ministério da Saúde recomenda o intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas contra a gripe e contra o novo coronavírus. A orientação é priorizar a imunização contra a covid.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade