menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Taxa de ocupação de leitos sobe em Campinas

Campinas tem 95,30% dos leitos de UTI-Covid ocupados

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

17h12 - 15/06/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A taxa de ocupação de leitos de UTI covid-19 aumentou nesta terça-feira. Saiu de 93,75% ontem para 95,30%. A cidade tem 20 leitos disponíveis, ante 27 na segunda-feira nas redes pública e privada. Há 26 pessoas na fila de espera por um leito de alta complexidade.

Dos 426 leitos de UTI, 406 estão ocupados. A cidade tem 473 pacientes internados em enfermaria covid e 406 em UTI covid.

O prefeito de Campinas, Dário Saadi (Republicanos), apelou para a ampliação dos leitos estaduais da Unicamp e do AME (Ambulatório Médico de Especialidades) para atendimento dos pacientes de covid-19 na RMC (Região Metropolitana de Campinas), durante a reunião do conselho de prefeitos na manhã desta terça-feira (15/06), em Jaguariúna.

“A ampliação de leitos de UTI Covid do AME e da Unicamp ajudaria muito as cidades da região. No pico do ano passado, o governo do Estado tinha 93 leitos de UTI Covid entre AME e Unicamp, em Campinas. Hoje está em torno de 50 leitos, praticamente metade. Importante retomar esta questão da ampliação de leitos de UTI do Estado”, defendeu Saadi.

Distribuição dos leitos

Nos hospitais da Prefeitura de Campinas existem dois leitos disponíveis. Dos 163 leitos, 161 estão com pacientes internados.

Já o HC da Unicamp tem apenas um hospital disponível. Dos 30 leitos, 29 estão ocupados.

A rede privada tem 17 leitos livres, sendo que dos 233 leitos, 216 estão ocupados.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade