menu
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

TJ-SP mantém reintegração de posse da fazenda ocupada pelo MST em Valinhos

Cerca de 400 famílias vão ter de deixar o local

Rose Guglielminetti

18h35 - 23/11/2021

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O TJ (Tribunal de Justiça de São Paulo), manteve nesta terça-feira a decisão de 1ª instância que determinou às famílias que moram na ocupação Marielle Vive, em Valinhos, que deixem a área. Cerca de 400 famílias – ou 1,6 mil pessoas – moram na fazenda que fica na Estrada dos Jequitibás desde o dia 14 de abril de 2018.  

Em 2019, o próprio tribunal tinha suspendido a decisão de reintegração de posse da área, cuja propriedade é da Fazenda Eldorado Empreendimentos Imobiliários.

A justificativa para ocupar o local, de acordo com o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), é de que a fazenda era improdutiva. O que é negado pela direção da fazenda.

Pessoas ligadas ao movimento afirmam que a “fazenda se transformou em um grande acampamento produtivo, que doa alimentos saudáveis, vende e comercializa cestas de produtos agroecológicos e artesanato, gerando renda e construindo dignidade e possibilidades de vida”.

0 Comentário

publicidade
publicidade
publicidade