menu 25-anos
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Casa Lar vai atender crianças e adolescentes vítimas de violência doméstica

Hoje há 176 crianças e adolescentes acolhidos nos abrigos

Blog da Rose

15h18 - 30/10/2019

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Campinas ganhou nesta quarta-feira (20/10) mais uma Casa Lar, que atende crianças e adolescentes, de zero a 17 anos e 11 meses, vítimas de violência doméstica, que foram afastados do convívio familiar por meio de medida de proteção da Justiça.  O novo prédio tem capacidade para atender 10 pessoas. Essa é a 17ª unidade na cidade. Juntas, elas acolhem 176 crianças e adolescentes.

Inaugurada hoje, mas funcionando desde setembro, a Casa já está com nove pessoas. De acordo com a prefeitura, a residência Casa Lar é o que mais se aproxima do ambiente familiar. Além de ser uma casa com sala, quartos, cozinha, segue rotinas como ir à escola, ao supermercado, aos passeios, entre outros. A Casa Lar é um dos acolhimentos provisórios oferecidos pela prefeitura. Nas unidades residenciais, também vivem as “mães sociais” que cuidam das crianças e dos adolescentes.

“O maior investimento que existe é no ser humano. Alguns assuntos são complexos, reflexos de uma sociedade conturbada. Podemos fazer as transformações que a cidade e o Brasil precisam, mas não podemos nos esquecer da proteção às pessoas”, disse o prefeito Jonas Donizette (PSB).

De acordo com a secretária municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos, Eliane Joceliane Pereira, o modelo de acolhimento nunca deve ser a primeira medida para a proteção da criança. Primeiro é feito de tudo para que a criança fique com uma família, biológica ou extensa. “Se precisar ficar em acolhimento, a Casa Lar é a reprodução mais próxima de um ambiente familiar. É um trabalho integral, árduo, não é fácil, mas tem de ser propiciado por esse cinturão de proteção para crianças e adolescentes. Ficamos felizes quando alcançamos o resultado esperado com essa excelente equipe”, completou ela.


publicidade
publicidade
publicidade