menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Campinas libera aulas presenciais no ensino superior e cursos profissionalizantes

Liberação são para aulas práticas e laboratoriais. Aulas teóricas apenas para a área de Saúde

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

12h00 - 21/08/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSDB), anunciou nesta sexta-feira (21/08), que instituições de ensino superior e cursos profissionalizantes poderão retomar as atividades presenciais. A liberação são para as aulas práticas e laboratoriais, sendo que as aulas teóricas estão autorizadas apenas para os cursos da área de Saúde. As aulas foram suspensas em março devido à pandemia do coronavírus.

A medida foi tomada porque Campinas completou 15 dias na fase amarela do Plano São Paulo de Flexibilização, o que permite maior flexibilização dos setores. Jonas informou que a cidade ficará por mais duas semanas nesta fase.

Outro argumento é o de que muitas instituições de ensino têm registrado represamento de conteúdo em matérias que exigem práticas laboratoriais.

O decreto com a permissão do retorno às atividades presenciais será publicado amanhã (22/08) e vai passar a valer imediatamente.

Segundo o secretário de Assuntos Jurídicos de Campinas, Peter Panuto, todos os cursos de ensino superior e formação profissional podem retomar as aulas práticas e laboratoriais, porém, deve se observar o limite de 35% da capacidade em sala de aula.

Em relação às aulas teóricas, apenas os cursos da área de saúde estão liberados. Neste caso, o limite presencial é de 35% da capacidade.

As atividades de cursinhos preparatórios para vestibular continuam suspensas na cidade.

“Essa autorização vale para todos os cursos do ensino superior e as atividades de educação profissionais como Sesi, Senai e Senac”, disse Panuto, que explicou que a decisão do retorno às atividades é da instituição de ensino.

É obrigatório o uso de máscara e alcool em gel.

Ainda de acordo com a administração, a escolha por retomar primeiro as aulas práticas presenciais é por conta de muitas universidades terem relatado um represamento de conteúdo para cursos que possuem muitas matérias com atividades laboratoriais.

1 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade