menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Campinas tem saldo positivo de empregos em novembro

Rose Guglielminetti, Band Mais

12h28 - 20/12/2019

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Campinas fechou com saldo positivo de empregos em novembro. Foram contratados em novembro deste ano, 1.672 trabalhadores, cerca de 58,18% acima dos 1.057 contratados no mesmo período de 2018, segundo dados do Caged ( Cadastro Geral de Empregados e Desempregados ) analisados pelo departamento de Economia da Acic ( Associação Comercial e Industrial de Campinas).

Essa saldo positivo foi puxado pelo Comércio que foi responsável por contratar 1.194. Em seguida veio Serviços, com 687 contratações. Já a Indústria, Construção Civil e Agropecuária, eliminaram juntos 212 postos.

“Em âmbito regional, o emprego está menos ativo que no País, apresentando uma boa performance na RMC (Região Metropolitana de Campinas), mas um crescimento muito lento ainda em Campinas, bem abaixo de 2018”, explica o Laerte Martins, constata o economista.

No acumulado do ano, foram contratados em 2019, 5.311 trabalhadores, (-24,50%) abaixo dos 7.025 contratados de janeiro a novembro do ano passado.

RMC

Na RMC (Região Metropolitana de Campinas) a geração de empregos foi positiva quando analisado o acumulado do ano. De janeiro a novembro, foram criados 19.296 postos, cerca de 8,14% acima dos 17.843 postos registrados no mesmo período de 2018. O setor que se destacou foi o Comércio, que contratou 2.140 trabalhadores, enquanto a Indústria, Construção Civil e Agropecuária eliminaram juntos cerca de 1.344 vagas.

Já em novembro a criação de novas vagas foi negativa. Foram contratados em novembro deste ano, 1.249 trabalhadores, cerca de (-25,74%) abaixo dos 1.682 postos admitidos no mesmo período de 2018.

“Na RMC, o período janeiro a novembro de 2019 foi o melhor resultado nos últimos seis anos (2014 – 2019)”, afirma o economista.

Das 20 cidades da RMC, Campinas foi a que mais contratou: 1.672 trabalhadores conseguiram um novo emprego. Vinhedo ficou em segundo, com 165 novas vagas. Americana com 115, Jaguariúna com 103 e Hortolândia com 97 admissões. As que mais eliminaram postos foram Santa Bárbara D’Oeste com (-497), Valinhos (-355) e Monte Mor com (-117) postos.

Brasil

No Brasil, dados do Caged de novembro de 2019 indicam que foram admitidos 1.291.837 e demitidos 1.192.605 trabalhadores, resultando na contratação líquida positiva de 99.232 trabalhadores. Neste mesmo período do ano passado, foram 58.664 contratações, uma expansão de 69,15%.  Em relação ao acumulado do ano (janeiro a novembro) de 2019, foram contratados 948.344 trabalhadores, que em comparação com os 858.415 trabalhadores de 2018, revela uma expansão de 10,48%.

Nos últimos 12 meses, a expansão foi de 17,03%, com 605.919 contratações em 2019, contra 517.733 em 2018. Esse saldo de novembro de 2019 indica que pelo 8º mês consecutivo, apresenta um saldo positivo no emprego.

O destaque ficou com o Comércio, que contratou mais de 106.800 trabalhadores; em contrapartida, a Indústria e a Construção Civil eliminaram 32.200 postos.

“Os números do Caged de novembro continuam mostrando em âmbito nacional,  um bom retorno na geração de postos de trabalho, apresentando pelo 8º mês consecutivo resultados positivos na geração vagas, o que implica na expansão de 17,03% no nível de contratação em relação ao ano anterior”, disse Laerte Martins, economista da Acic.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade