menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Campinas vai ter mais 64 leitos para o combate ao coronavírus

Investimento será de R$ 3,5 milhões

Band Mais

15h56 - 11/05/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Secretaria de Saúde de Campinas ampliou a oferta de leitos de UTI e de retaguarda clínica para o enfrentamento da pandemia de coronavírus. Foram contratados mais 64 leitos ao custo de R$ 3,5 milhões. A verba veio do governo federal.

Na semana passada já foram incorporados à rede municipal, 20 novos leitos de UTI, sendo doze no Hospital da PUC-Campinas e oito na Casa de Saúde. “Nesta semana, estarão disponíveis mais dez leitos de UTI na Santa Casa e sete no Hospital Samaritano. Além disso, começarão a ser usados mais 27 leitos de retaguarda clínica no Hospital Beneficência Portuguesa”, disse o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB).

O secretário municipal de Saúde, Carmino de Souza, disse que Campinas vem se preparando para o enfrentamento da doença. “A ocupação de leitos está seguindo rigorosamente essa disponibilidade. Queremos dar tranquilidade à nossa cidade e à nossa região, com leitos livres para que possamos atender à população”.

Segundo ele, a estrutura necessária para apoiar o aumento no número de casos está sendo administrada e o planejamento ofereceu o tempo necessário para que se pudesse discutir medidas com os hospitais, realizar pactos e acertar contratos.   

No sábado, o prefeito disse que 40% dos leitos estavam sendo ocupados por pacientes de outras cidades da região de Campinas.

Ocupação dos leitos

Nesta segunda-feira (11/05), dos 691 leitos de UTI, 450 estão ocupados (65,12% de ocupação).

 

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade