menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Candidatos respondem: Quais são as medidas para desburocratizar a máquina pública?

Candidatos prometem informatizar os servços e agilizar processos de alvarás

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

13h13 - 22/11/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Dário Saadi (Republicanos)

Dario Saadi, candidto a prefeito pelo Republicanos

Vamos digitalizar todos os serviços públicos e isso significará que o cidadão de Campinas não precisará mais ir até a prefeitura e autarquias para ser atendido. O acesso a serviços públicos, atendimento ao cidadão e o envio de documentos, quando necessário, acontecerá pelo aplicativo “Campinas na Palma da Mão”. Este será um importante passo para a desburocratização, pois vai economizar tempo e dinheiro do cidadão e da administração pública. No primeiro ano de mandato, a prestação de todos os serviços migrará para o aplicativo, com ênfase e prioridade em três grandes programas de desburocratização: o “Poupatempo do Empreendedor”, o “Poupatempo da Saúde” e o “Poupatempo da Educação”.

Para a recuperação da economia e geração de empregos, todo empresário, cuja atividade econômica ofereça baixo risco, deverá efetivamente abrir sua empresa em Campinas no prazo de até 24 horas. No caso de atividades de médio e alto riscos, o “Poupatempo do Empreendedor” reunirá todos os órgãos aprovadores do município, analisando e licenciando novas empresas e empresas em expansão no prazo de até 07 dias. Os serviços públicos prestados a pessoas físicas e jurídicas deverão ser totalmente digitais, reduzindo a exigência de atendimentos presenciais e gastos com armazenagem de papel.

Rafa Zimbaldi (PL)

Rafa Zimbaldi, candidato a prefeito pelo PL

A desburocratização da máquina pública será possível colocando a tecnologia dentro da prefeitura, reduzindo o tempo de aprovação de projetos e liberação de alvarás. Também faremos um mapeamento de processos. Dessa forma, nós teremos a liberação de alvarás em, no máximo, 30 dias.

Também vamos promover a liberação de empreendimentos imobiliários aqui em, no máximo, 120 dias. Vamos implantar o GrapoUrb, que será um grupo de trabalho específico destinado somente à aprovação de projetos imobiliários. Com isso, com essa desburocratização da máquina pública, poderemos fazer com que todos os processos sejam digitalizados, podendo garantir que a cidade se desenvolva economicamente de forma muito mais rápida, gerando empregos e renda.

Isso não apenas no setor imobiliário, mas também em diversos outros setores da economia que se beneficiarão com essa agilidade de todo o processo. É a tecnologia trazendo agilidade para Campinas crescer.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade