menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Entretenimento

Casal Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert são acusados de não quitar dívida de R$ 500 mil

Corretor acusa o casal de descumprir clausula contratual

Nativa FM

18h36 - 30/10/2019

Atualizado há 5 meses

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O programa “A Tarde É Sua”, na RedeTV!, revelou que o casal Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert está sendo acusado na Justiça de dar um calote de R$ 513 mil no corretor de Imóveis Sidney Matos Lima,.

Sidney é corretor no Rio de Janeiro e também dono de uma imobiliária de luxo. Todos os imóveis que têm sua administração levam no contrato clausula que dá 6% de comissão no valor do mesmo.

A audiência do processo está marcada para o próximo dia 12 de novembro. Segundo o corretor, o casal estavam interessados em uma cobertura no bairro de Ipanema. Sidney levou Fernanda e Rodrigo para conhecerem o local, mas eles, na hora de fechar o acordo, ao invés de passar pelo corretor, entraram direto em contato com o proprietário.

O casal adquiriu o imóvel pelo valor de R$ 8 milhões, só que o repasse de contrato, os 6% estipulados, não fora repassado.

Em nota oficial, os advogados do casal esclareceram a situação. Confira:

“Na qualidade de advogados da família, Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert, vimos trazer luz e esclarecer, de forma resumida, os fatos do processo movido pelo Sr. Sidney Matos. Primeiramente importa ressaltar que a família comprou um imóvel e cumpriu todas as obrigações, incluindo pagamento do valor total pelo imóvel e o corretor contratado pela vendedora foi devidamente remunerado nos termos do contratado pelos vendedores. Quanto ao pleito movido pelo Sr. Sidney Matos, podemos esclarecer que Rodrigo Hilbert conhecia o Sr. Sidney (corretor) socialmente e este mostrou um apartamento, em 2013, para possível compra pelo casal. Ocorre que o apartamento apresentava uma série de entraves jurídicos que impediam a venda, razão pela qual o casal decidiu não efetivar a compra.

Passados quase dois anos, em 2015, o casal continuava procurando um imóvel e uma corretora comentou do mesmo apartamento que havia sido apresentado pelo Sr. Sidney, a corretora os levou ao apartamento e demonstrou que todos os entraves jurídicos haviam sido superados, sem falar no fato de que a vendedora havia diminuído o preço de compra, razão pela qual o casal concordou com os termos da vendedora e decidiu pela compra. Quando da concordância quanto a compra, o casal chegou a comentar com os vendedores que o apartamento já havia sido visitado com outro corretor, 2 anos antes, e a vendedora e seus representantes ressaltaram que ele não era mais contratado deles, que a contratada era a corretora que estava ali presente e que a corretagem que a vendedora devia era a ela, razão pela qual o casal efetivou todos os pagamentos quitando suas obrigações e seguindo as determinações da vendedora.

Por fim, devemos ressaltar o que segue: quem contrata qualquer corretor e é responsável pelo pagamento é o vendedor, como se sabe essa é a regra do mercado; o casal pagou todos os valores devidos e cumpriu rigorosamente todas as suas obrigações; a corretora que participou da compra foi contratada pela vendedora e foi devidamente paga, tendo dado quitação plena; o Sr. Sidney nunca foi contratado pelo casal, mas sim pelos vendedores, não havendo relação comercial entre o casal e o corretor; o casal não tem a menor ideia dos termos pelos quais o Sr. Sidney foi contratado ou a forma. Permanecemos à disposição, subscrevemos”.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

relacionadas

publicidade
publicidade
publicidade