menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Entretenimento

Caso Gugu: Justiça suspende pensão para Rose e tira irmão de mansão

Família briga por espólio do apresentador

Nativa FM

11h48 - 06/02/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O desembargador Galdino Toledo do Tribunal de Justiça de São Paulo e a juíza Eliana da Câmara Leite Ferreira, da 1ª Vara de Família e Sucessões da Comarca de São Paulo, deram liminar que cassa a pensão concedida à Rose Miriam di Matteo, no valor de R$ 100 mil mensais.

Na decisão dupla, eles também permitiram que os filhos de Gugu expulsem o tio, Gianfrancesco di Matteo, da mansão em Orlando, nos EUA.

A cassação da liminar que obrigava o espólio do apresentador ao pagamento da pensão à Rose se baseou no entendimento que realmente não havia uma união estável entre ela e Gugu. no despacho, ficou determinado o depósito de apenas US$ 10 mil, referentes aos custos do filho que a médica teve com o apresentador, o que dá mais de 42 mil reais.

“Defiro, entretanto, autorização à inventariante […] para que sejam tomadas providências, visando a desocupação do bem”, escreveu a juíza no despacho. A inventariante segundo o testamento de Gugu é sua irmã, Aparecida Liberato.

O advogado Nelson Wilians, que representa Rose, disse em nota que o irmão da cliente deixará a mansão espontaneamente. “Nelson Wilians, advogado da viúva Rose Miriam, informa que, para evitar discussões desnecessárias e que foge da busca do reconhecimento da sua união estável com Gugu Liberato, instruiu Gianfrancesco Di Matteo a encontrar um apartamento e sair da casa da irmã, mesmo estando lá a convite dela. Ele, porém, deve permanecer em Orlando a apoiando, conforme desejo de sua irmã”, diz a nota.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade