menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Celebrações da Semana Santa, em Sorocaba, serão realizadas com fiéis em suas residências

Neste Domingo de Ramos, orientação é que ramos sejam expostos na porta, janela ou portão das casas

Band Mais

08h41 - 05/04/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O arcebispo de Sorocaba Dom Julio Endi Akamine, em comunicado no site da Arquidiocese de Sorocaba, divulgou orientações em relação à Semana Santa. Segundo ele, as celebrações da Semana Santa serão realizadas sem povo.

Para este Domingo de Ramos (05/04), a orientação é que os fiéis participem da celebração em suas residências e exponham ramos na porta, janela ou portão, testemunhando assim a aclamação ao Senhor que entra em Jerusalém.

A missa crismal, marcada para o próximo dia 8, na Catedral Metropolitana Nossa Senhora da Ponte, está suspensa e será transferida para uma data a ser comunicada.

Segundo o comunicado, o arcebispo celebrará a Missa da Ceia do Senhor, a Paixão do Senhor e a Vigília Pascal sem povo na Igreja Catedral. O Tríduo Pascal, de acordo com a nota, não pode ser transferido e, por isso, será celebrado nas igrejas paroquiais sem a presença dos fiéis. “Nos mosteiros e nas casas religiosas, celebre-se na igreja/capela conventual o tríduo pascal com a comunidade religiosa, com as portas fechadas”, diz a nota.

Outra indicação é que os fiéis participem das celebrações através de transmissões ao vivo e não de gravações. A natureza da liturgia exige essa participação no momento da celebração.

Na Quinta-Feira Santa, nas Igrejas catedrais e paroquiais,  os sacerdotes da paróquia podem concelebrar a Missa na Ceia do Senhor. “Concede-se a título excepcional a todos os sacerdotes a faculdade de celebrar neste dia, em lugar adequado, a Missa sem o povo. O lava-pés, já facultativo, omite-se. No final da Missa na Ceia do Senhor omite-se a procissão, e o Santíssimo Sacramento é guardado no Sacrário. Os sacerdotes que não tenham a possibilidade de celebrar a Missa, em vez dela rezarão as Vésperas”.

Para a Sexta-feira Santa, de acordo com o comunicado, o ato de adoração na cruz através do beijo é limitado apenas ao celebrante. A veneração da cruz e a procissão do Senhor morto com o povo estão transferidas, de modo facultativo, para o dia da Exaltação da Santa Cruz. “Aqueles que acompanham a transmissão ao vivo podem fazer o beijo da cruz em suas casas”.

Quanto à Vigília Pascal, a recomendação também é ficar em casa. “Para que os paroquianos possam se unir à Vigília pascal, os sinos das igrejas sejam tocados durante a proclamação da páscoa e, no momento da renovação das promessas batismais, os fiéis procurem acompanhar em suas casas com velas acesas”.

O comunicado cita ainda o Sermão das Sete Palavras, que  será gravado pelo Arcebispo e divulgado pelos meios de comunicação social e redes sociais.

Cida Haddad/ Eko Digital

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade