menu 25-anos
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Com 53 mil doses aplicadas, vacinas se esgotam no 1º dia da Campanha de Vacinação em Campinas

Novo lote deve chegar até terça. Prefeitura vai informar retomada da imunização

19h48 - 23/03/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O estoque de vacinas contra a gripe se esgotou no primeiro dia da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza 2020 em Campinas. Foram aplicadas cerca de 53 mil doses que seriam utilizadas durante a semana. Diferentemente do anos anteriores, quando a média era de 5 mil pessoas por dia, houve uma corrida de idosos e profissionais de saúde para se imunizarem. Se a população estiver imunizada contra os vírus da gripe, será mais fácil suspeitar e buscar o diagnóstico do novo coronavírus.

Com isso, amanhã cedo não terá vacinação nos postos de saúde da cidade.

A Prefeitura de Campinas informou que um novo lote deve ser enviado pelo Governo Federal até a tarde desta terça-feira (24/03) para prosseguir a vacinação.

A diretora do Devisa (Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), Andrea von Zuben, disse que a população deve ficar tranquila porque a campanha contra a gripe será retomada.

Mesmo diante da grande procura, a Secretaria de Saúde informou que nenhum incidente foi registrado e que todos seguiram a orientação para evitar aglomerações e ficaram distantes uma das outras enquanto aguardavam para ser imunizadas.

Etapas

Nesta primeira etapa que vai até o dia 15 de abril, abrange pessoas com mais de 60 anos e profissionais de saúde, incluindo os cuidadores de idosos e funcionários de instituições de longa permanência de idosos.  O público-alvo de idosos em Campinas é estimado em 146 mil pessoas, segundo a Secretaria de Saúde da cidade.

A partir do dia 16 a vacina será direcionada aos grupos prioritários de professores, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais e profissionais da força de segurança e salvamento.  

A partir do dia 9 de maio serão vacinados todos os grupos prioritários alvo da campanha: crianças de 6 meses a 6 anos de idade, gestantes, puérperas, idosos, professores, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, adultos de 55 a 59 anos de idade.

Dia D

O Dia D de mobilização nacional será no dia 9 de maio, um sábado. 



0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade