menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Com redução de R$ 220 milhões no orçamento, Unicamp corta despesas

Suspensão do pagamento de horas extras e revisão de contratos são algumas das medidas de contenção do orçamento

Rose Guglielminetti, Band Mais

10h32 - 02/05/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Com a previsão de uma redução de R$ 220 milhões no orçamento deste ano, a Unicamp (Universidade de Campinas), vai cortar despesas como revisão de contratos e suspensão do pagamento de horas extras.

A diminuição da receita é resultado da crise econômica provocada pelo coronavírus. O repasse da receita de ICMS – principal fonte de sustento da da universidade – terá uma queda de R$ 172 milhões. O orçamento previsto para este ano era de 2,7 bilhões. 

A universidade vai adotar medidas de contenção em nove itens, o que deverá gerar uma economia de R$ 72 milhões. A área de Saúde não será afetada com as medidas. Entre as medidas estão suspensão de pagamento de horas extras por três meses, redução do valor de contratação de professores e pesquisadores, renegociação de contratos de água e energia, cortes em setores como limpeza, manutenção, transporte e telefonia. O pagamento de prêmios também será suspenso.

” Por mais duras que possam parecer algumas das medidas que serão apresentadas a seguir, já se sabe que elas serão capazes de amenizar as turbulências do momento, permitindo, assim, que a Unicamp continue a desempenhar de forma exemplar o papel que lhe cabe em uma crise de saúde pública, econômica e política da magnitude que estamos enfrentando e continuaremos a enfrentar”, diz a nota oficial da Unicamp.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade