menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Comércio de Jundiaí fica fechado até o dia 5 de abril

Decreto de nº 28.920 foi publicado nesta sexta-feira (20) pela Prefeitura de Jundiaí

Laísa Diório, Band Mais

15h29 - 20/03/2020

Atualizado há 16 dias

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Um decreto (nº 28.920) foi publicado nesta sexta-feira pela Prefeitura de Jundiaí, que determina que estabelecimentos comerciais, inclusive shoppings centers da cidade, fiquem fechados até o dia 5 de abril.

Por conta disso, fica suspenso o atendimento presencial ao público em estabelecimentos comerciais, clubes recreativos e casas noturnas, podendo apenas atividades internas, inclusive transações comerciais por meio de aplicativos, internet, telefone ou serviços de entrega (delivery).

Os únicos estabelecimentos que estão liberados para funcionamento são: farmácias; hipermercados, supermercados, mercados, feiras livres, hortifrutigranjeiros, varejões, quitandas, centros de abastecimento e congêneres; lojas de conveniência; lojas de alimentação para animais; distribuidoras de gás; peixarias, açougues, lojas de venda de água mineral; padarias; bares, restaurantes, pizzarias, lanchonetes, lojas de alimentos em geral e postos de combustíveis.

Também estão liberados para funcionamento os prestadores de serviços como lavanderias, oficinas mecânicas, assistência técnicas, serviços médicos, odontológicos e outros considerados de primeira necessidade para a população, observando-se as recomendações das autoridades de saúde.

Em decorrência deste Decreto, a Associação Comercial Empresarial (ACE) de Jundiaí suspendeu o atendimento presencial em sua sede, à rua Rangel Pestana, 533.
A partir desta sexta a equipe da ACE Jundiaí trabalha home office e está à disposição para atendimento nos seguintes canais:

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade