menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Notícias

Como trabalhar a comunicação interna em tempos de pandemia?

Canais como e-mail e intranet são “armas” contra fake news

Band Mais

10h14 - 29/03/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A situação de pandemia em que estamos vivendo traz mudanças em nossas rotinas e elas envolvem desde nossas casas como o ambiente em que trabalhamos.

Quanto ao dia a dia nas empresas, a presidente da Associação dos Profissionais de Recursos Humanos de Sorocaba (APRH), Cristina Pontes, destaca que, nesse momento, os gestores de pessoas estão no chamado “olho do furacão”. “Somos empresa, e sabemos que qualquer impacto negativo nos negócios afeta muito a economia e os empregos. E somos pessoas, sabemos que todo esforço em prol do próximo é primordial”, comenta.

A presidente da APRH cita, entre os desafios, além da estrutura do trabalho no formato home office, a busca por um ambiente saudável para quem não pode trabalhar em casa e decisões econômicas – tudo em um trabalho conjunto com a alta direção – está o passar informações corretas a todos os colaboradores das empresas. “Devemos levar o máximo de informação aos nossos colaboradores, através de todos os canais de comunicação interna à respeito da prevenção. Nossa atuação como gestores de pessoas vai além de informar, devemos suportar decisões, orquestrar planos de suposições, orientar, acalmar e acima de tudo manter a calma”, afirma Cristina, que, inclusive destaca esses pontos em postagens nas redes sociais para os profissionais.

Uniformizar a informação

Mas, como é trabalhar a comunicação nesse momento nas organizações? A gerente de Marketing e Comunicação da Schaeffler América do Sul & México, Renata Costa Silva Campos, afirma que a Comunicação Interna é fundamental para uniformizar a informação e tranquilizar os empregados. “Como os empregados ficam muito tempo dentro da empresa, a Comunicação Interna tem um papel muito importante para passar as informações mais importantes, é como uma prestação de serviço. Para isso, são desenvolvidas campanhas internas utilizando todos os no meios de comunicação, como TV nos restaurantes, intranet, e-mail, murais, via WhatsApp, entre outros, de forma a atingir todos os públicos”, explica. “Da mesma forma, a Comunicação Interna tem o papel de disseminar as informações pertinentes à empresa, tais como qual o posicionamento da empresa diante de uma crise, forma de trabalho, o que a empresa está fazendo como prevenção, entre outros, além de ser um apoio para os gestores conversarem com suas equipes”, complementa.

Em multinacionais, a troca de informações em relação a assuntos como o Coronavírus é feita com os colaboradores de outros países também. “Neste caso de pandemia, por exemplo, uma página especial foi desenvolvida onde todas as localidades compartilham seus materiais e informações. Isso sem falar nos e-mails e até mesmo uso massivo das novas tecnologias, como Skype e videoconferências em geral”, diz Renata.

A gerente de Marketing e Comunicação destaca ainda a qualidade da informação a ser entregue, seja a interna e também para o público externo. “A informação é valiosa e precisa ser tratada de forma séria. Também é preciso ter atenção ao volume de informação, já que, hoje, com as redes sociais, tudo se dissemina muito rápido, então é preciso tomar cuidado para não ser apenas mais um nesse oceano. Cada empresa tem um perfil; em uma empresa B2C, focamos mais nas informações práticas para o nosso cliente, com temas bem focados no nosso negócio e em oferecer prestação de serviço para eles neste momento”, afirma Renata.

Cida Haddad/ Eko Digital

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade