menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Entretenimento

Conheça a parceria entre Miley Cyrus e o Blink-182 que nunca foi lançada

A faixa faz parte do último álbum da banda norte-americana

Educadora FM

18h50 - 13/04/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

Quando estão determinados a bancar os investigadores, os fãs conseguem descobrir informações que até os próprios artistas tinham certeza que estavam guardadas a sete chaves.

Pois foi exatamente o que aconteceu com o featuring inusitado envolvendo o grupo de pop punk californiano, agora liderado pelo vocalista Mark Hoppus, com ninguém menos que Miley Cyrus.

O nome da canção é “I Really Wish I Hated You” e ela faz parte do mais recente álbum lançado pelos garotos em setembro de 2019, intitulado “Nine”. A peculiaridade da situação é que a versão registrada com a voz da Miley acabou ficando fora do material.

Uma conta de fãs no Instagram postou um trecho que revela a colaboração. Ouça:

Ver essa foto no Instagram

This is incredible. Apparently, there is a version of I Really Wish I Hated You with Miley Cyrus of all people sharing vocal duties. This requires further explanation. Some of you might remember that in several interviews blink-182 stated that this song was the hardest one to complete on NINE and went through about five different iterations. It is possible that at a certain point during the recording process Miley Cyrus was involved in some capacity. In fact, this song was produced by Andrew Watt and Ali Tamposi, two household names in the pop scene who are behind some of the top hits you hear on the radio everyday and who have reportedly collaborated with Miley Cyrus on her upcoming album. That being said, it is hard to determine whether blink-182 actually considered having Miley Cyrus as a guest vocalist on a track or this snippet is fake in the sense that Watt and Tamposi initially brought the idea for I Really Wish I Hated You to Miley Cyrus and only later to blink-182 and this is just Miley's demo layered on blink's song. #blink182 #blink182italia

Uma publicação compartilhada por blink-182 Italia (@blink182italia) em

No entanto, não há mais explicações do porque a versão final presente no setlist do compilado, não é com a intérprete de “Wrecking Ball”.

No disco encontramos deste jeito aqui:

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade