menu 25-anos
facebook
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Coronavírus: São Paulo irá destinar R$ 7,2 bilhões para a Saúde

Governo diz que tem 2,3 mil leitos de UTI no estado

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

13h10 - 23/03/2020

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta segunda-feira (23/03) que vai destinar R$ 7,2 bilhões para a Saúde que serão utilizados, principalmente, no combate ao coronavírus. Essa verba é a dívida que o Estado paga à União e que cujo obrigatoriedade foi suspensa pelo governo paulista durante esse período de pandemia. São Paulo tem 631 casos confirmados da Covid-19, 22 óbitos e 61 pacientes internados em UTI.

Outra medida anunciada por Dória foi a criação da Rede Corona que vai possibilitar que sejam feitos 2 mil testes por dia na Capital. Eles utilizarão 17 laboratórios.

Segundo o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), foram comprados 100 mil testes.

Outra medida é a criação de cinco redes de triagem em hospitais da capital.

Leitos

O Hospital de Clínicas de São Paulo vai destinar 900 leitos a partir desta sexta-feira (27/03) para tratar pacientes do coronavírus. Deste total, 200 são de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Segundo Doria, São Paulo terá 2,3 mil leitos de UTI.

Suspensão

A pesagem nas rodovias paulistas foi suspensa por um período de 90 dias. “Para tornar a viagem mais rápida”, disse o governador.

A Comgás, empresa privada que fornece gás, vai suspender até o fim de maio o corte do produto para quem atrasar o pagamento da fatura. Assim também suspendeu multas para a indústria que não conseguir cumprir o consumo minimo previsto em contrato.

Comércio

A partir de amanhã, bares, restaurantes e cafés devem ficar com as portas fechadas. Porém, os serviços de delivery estão liberados. Já restaurantes em estradas e em postos de gasolina podem preparar a comida, mas não podem servir nas mesas.

Indústria, construção civil, borracharias e oficinas mecânicas estão com o funcionamento liberado neste período de quarentena imposto pelo governo de São Paulo que começa nesta quarta-feira

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

publicidade
publicidade
publicidade