menu 25-anos
facebook instagram
publicidade
publicidade
Compartilhe
Blog da Rose

Covid-19: Campinas dobra adicional de insalubridade para profissionais que atuam na linha de frente

Prefeitura vai gastar R$ 671 mil a mais por mês com a folha de pagamento

Rose Guglielminetti, Blog da Rose

12h42 - 18/09/2020

Atualizado há 1 mês

Compartilhe whatsapp facebook linkedin

A Prefeitura de Campinas aumentou de 20% para 40% o pagamento de adicional de insalubridade aos profissionais da saúde que atuam na linha de frente de combate ao coronavírus. Serão beneficiados 3.570 pessoas, entre servidores e temporários. O valor médio que cada um vai receber a mais é de R$ 188,95. O benefício irá gerar um custo mensal de R$ 671 mil a mais na folha de pagamento.

Do total, 1.170 atuam na rede atenção básica de saúde, outros 1,2 mil na Rede Mári Gatti e 600 são temporários que foram contratados para o combate à doença.

Segundo o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), esses profissionais terão o adicional de insalubridade alterado de risco médio, quando é pago 20%, para máximo, que vai a 40%.

O benefício vai ser pago desta forma enquanto durar a pandemia.

Homenagem

Durante a coletiva, o prefeito fez um sorteio entre 293 profissionais da saúde que se inscreveram para participar de um concerto da Orquestra Sinfônica Municipal, no dia 27, às 18h, na Concha Acústica, na Lagoa do Taquaral. Serão escolhidos 100 profissionais com direito a um acompanhante.

O evento será fechado e tem como tema “As flores estão voltando”, ressaltando a primavera e o retorno gradual da normalidade durante essa pandemia.

O prefeito ressaltou que o público que estará no local é pequeno e não oferece riscos de contaminação pelo coronavírus, já que o espaço abriga até 3 mil pessoas.

0 Comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios.

 
publicidade
publicidade
publicidade